ad16
https://ead.uninta.edu.br/
AutoPECASonline24.pt
Esporte

“O professor é o único agente que transforma a sociedade”, diz presidente do Sinepe-PI

[ad#336×280]O presidente do Sindicato dos Estabelecimentos de Ensino do Estado do Piauí (Sinepe-PI), professor Dalton Leal, fez hoje uma homenagem ao professor durante entrevista, conta do Dia do Professor, comemorado neste dia 15 de outubro. “O professor é antes de tudo um profissional vocacionado para o ato de ensinar. Ele é o único agente capaz de transformar a sociedade, e precisa apenas do estímulo e da estrutura adequada para cumprir bem sua missão”, declarou.

Dalton Leal foi entrevistado nos estúdios da rádio Teresina FM no programa Revista da Manhã, apresentado diariamente das 7h00 às 8h40, pelos radialistas Toni Rodrigues e Walcy Vieira. Na entrevista ele falou do Dia do Professor, do desafio de fazer educação de qualidade na escola particular e das dificuldades no ensino público. Afirmou que o Piauí tem a melhor escola privada do país – nos últimos anos, as escolas particulares do Piauí figuram entre aquelas com melhor desempenho no Enem (Exame Nacional do Ensino Médio.

Dalton Leal concede entrevista à Teresina FM
Dalton Leal concede entrevista à Teresina FM

Essa conquista, segundo ele, é fruto do planejamento pedagógico e do compromisso das escolas e dos seus dirigentes e professores com o processo de educar. Por outro lado, a rede pública oferece um ensino muito ruim. “Lamentavelmente, a escola pública vive uma tragédia, um ensino público completamente falido, deixando gerações de crianças com a formação comprometida”, criticou. “E não é problema de verba, é problema de gestão e de corrupção”, completou.

Dalton Leal lembrou, porém, que há experiências exitosas mesmo na escola pública, ao citar o caso de Cocal dos Alves, onde o professor Antonio Cardoso do Amaral promoveu uma pequena revolução no ensino público da cidade, com os alunos conquistando prêmios em todo o país. “O caso de Cocal dos Alves é uma demonstração de que o ato de ensinar requer antes de tudo amor e responsabilidade com o que se faz. Depois vem a qualificação, a estrutura e o incentivo”, afirmou.

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Você está usando um bloqueador de anúncios.
Quer falar a Redação? Comece aqui
Publicidade