ad16
DestaquesGeralTodas as Notícias

“Objeto luminoso” cruza o céu e assusta moradores no Sertão do Piauí

Um objeto luminoso que apareceu no céu, na noite deste sábado (26), assustou os moradores de várias cidades da macrorregião de Picos e outras regiões do sertão do Piauí. De acordo com relatos de vários moradores, o objeto, que mais parecia uma “bola de fogo” apareceu e cruzou o céu por volta das 20 horas, e pôde ser visto de vários lugares.

Moradores de cidades como Jaicós, Alegrete, Padre Marcos, Fronteiras, Santo Antônio de Lisboa e Várzea Queimada, relataram ter visto o objeto. O acontecimento ganhou muita repercussão nas redes sócias, aumentando ainda mais os depoimentos de pessoas que afirmaram ter visto a luz no céu. “Foi assustador, o pessoal de Várzea Queimada viu nitidamente”, disse a internauta Jeanny Carla, em uma postagem no facebook.

6cc3c7ce9229f1c3b267f8827362a33b

”Passou mesmo um meteoro ou meteorito ou algo do tipo ontem à noite aqui em Jaicós, eu vi só o finalzinho do rastro vermelho, foi entre sete a oito da noite”, disse o outro internauta, Wemerson Chacon.

Já o advogado, Marcos Rogério, morador da cidade de Jaicós, disse ter visto o momento exato em que o objeto luminoso cruzou o céu. “Foi por volta das 20 horas, eu estava tirando foto de uma estrela quando olhei para o lado eu vi. Primeiramente pensei que fosse um drone, depois pensei que fosse um satélite caindo, já que há alguns meses atrás vi uma matéria sobre um satélite, salvo engano era Russo, que estava vagando no espaço e que iria caí na terra no final do ano. Tentei filmar, mas não deu tempo”, disse, o advogado.

Um suposto vídeo sobre acontecimento está sendo compartilhado o facebook e no whatsaap, como sendo do fenômeno ocorrido na noite deste sábado no Piauí, mas na verdade o vídeo foi publicado no youtube no dia 4 de novembro, de um suposto meteoro visto “a olho nu” em Governador Valadares é Salvador Bahia.

Não se sabe se o fenômeno observado, foi um asteroides, meteoroides, meteoros ou meteoritos. O fato que é a queda de corpos celestes na Terra é mais comum do que se imagina, segundo a Agência Espacial Brasileira. Cerca de 40 mil toneladas de rochas espaciais descem ao mundo a cada ano, principalmente na forma de poeira e pequenos meteoritos.

FONTE: SertãoMundo

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Você está usando um bloqueador de anúncios.
Quer falar a Redação? Comece aqui
Publicidade