ad16
DestaquesEducação

Obra da UESPi de Picos será licitada na próxima semana

Prédio abandonado na UESPI de Picos
Prédio abandonado na UESPI de Picos

Após quase seis meses da garantia do governador Wilson Martins do reinício da obra de reforma e ampliação do Campus de Picos, a Uespi de Picos ganhará uma nova estrutura física. Pelo menos é o que garante o Governador Wilson Martins. Hoje o prédio continua abandonado e a instituição funcionando em 4 locais diferentes.

Agora as instalações terão 24 salas de aula, dois laboratórios e um auditório para 180 pessoas. O edital para a licitação obra será lançado na próxima semana. O governador determinou que a inauguração deve ocorrer, no máximo, em três meses.

O caos da UESPi em Picos

O Campus de Picos hoje é o que sofre com os problemas maiores. Em conseqüência da obra interminável no prédio da Uespi, os estudantes foram espalhados em várias escolas. Por conta disso a Uespi de Picos está funcionando em quatro prédios diferentes, fator que influencia negativamente no desempenho dos cerca de 1.800 alunos da instituição, que outrora fora considerada como referência na grande região do Centro Sul do Piauí. A obra foi paralisada diversas vezes, sempre com a justificativa de falta de verba.

Movimento SOSUESPI - Fotos: Valter Reis
Movimento SOSUESPI - Fotos: Valter Reis

Promessa

Passados 220 dias do encontro do governador Wilson Martins (PSB) com os estudantes, quando garantiu, de público, a retomada da obra de reforma e ampliação do Campus de Picos da Universidade Estadual do Piauí (Uespi), o governador ainda não cumpriu com a palavra e o prédio continua abandonado.

Botão Voltar ao topo
Quer falar a Redação? Comece aqui

Adblock detectado

Você está usando um bloqueador de anúncios.
Publicidade