ad16
MunicípiosTodas as Notícias

Oeiras: bispo determina transferência de padre e população vai às ruas protestar

A transferência do padre Kleyton Vieira da Silva para Simplício Mendes provocou uma onda de manifestações em Oeiras. Com a saída iminente do pároco da Igreja Matriz de Nossa Senhora da Vitória, os moradores da cidade localizada 315 quilômetros ao Sul da capital Teresina criaram campanhas nas redes sociais e foram às ruas munidos de cartazes e faixas exigindo sua permanência.

Prestes a completar 10 anos de ordenação, Kleyton se surpreendeu com tamanha mobilização. Na quarta-feira (13), os descontentes organizaram uma caminhada – quase todos carregando no peito adesivos com a inscrição #FicaPadreKleyton. Antes disso, fizeram um abaixo-assinado com mais de 1.000 assinaturas e até criaram um perfil no Instagram e uma página no Facebook.

Padre Kleyton Vieira da Silva (Foto: Mural da Vila)
Padre Kleyton Vieira da Silva (Foto: Mural da Vila)

“Fiquei surpreso com a manifestação das pessoas. Não sabia que o trabalho estava tão grande. Acho que é um reconhecimento por estar atraindo a juventude para a igreja. A Missa da Juventude, nas noites de domingo, por exemplo, é sempre bem participada. Tudo isso reflete amizade, respeito e carinho”, comentou o padre de 36 anos.

Kleyton deve deixar Oeiras no fim de junho. “A Provisão de Oeiras é de seis anos. Ela pode ser renovada, mas o desejo do bispo é que eu seja transferido”, observou o pároco se relacionando a Dom Juarez Sousa da Silva, bispo de Oeiras. “O bispo tem o poder. Quando a gente é ordenado padre, faz o voto de obediência. Se ele decidiu…”, completou, sugerindo que não deve contestar a decisão do seu superior.

Após seis anos em Oeiras, Kleyton será transferido para Simplício Mendes, a mais ou menos 100 quilômetros de distância. Apesar de todo o carinho pela Primeira Capital, reconhecidamente uma das cidades mais religiosas do Piauí, o padre espera uma experiência igualmente rica no seu novo destino.

Header da fan page #FicaPadreKleyton (Foto: Reprodução/Facebook
Header da fan page #FicaPadreKleyton (Foto: Reprodução/Facebook

“Eu nasci em Simplício Mendes e morei lá até os cinco anos. Do mesmo jeito que as pessoas aqui em Oeiras criaram o #FicaPadreKleyton, lá já começou a campanha #VemPadreKleyton. Então, a expectativa é muito boa”, brincou.

Antes da Igreja de Nossa Senhora da Vitória, em Oeiras, Kleyton foi pároco da Catedral São Pedro de Alcântara, em Floriano. O início da sua trajetória como padre também foi na Primeira Capital, na Paróquia da Sagrada Família, onde passou um ano.

FONTE: Cidade Verde

Botão Voltar ao topo
Quer falar a Redação? Comece aqui

Adblock detectado

Você está usando um bloqueador de anúncios.
Publicidade