ad16
DestaquesIpiranga do PiauíPolíciaSão Luís do PiauíTodas as Notícias

Operação da PF cumpre 9 mandados contra empresários e servidores da microrregião de Picos

A Prefeitura Municipal de Ipiranga do Piauí informa que a documentação exigida pela Polícia Federal é referente aos anos de 2018 a 2020, em que era administrada por Zé Maria.

A Polícia Federal deflagrou na manhã desta quarta-feira (15) a Operação Paradoxo com o objetivo de apurar esquema de corrupção existente entre empresários e servidores públicos dos municípios de Ipiranga do Piauí e São Luís do Piauí. 

A ação, realizada em parceria com a Controladoria Geral da União, visa apurar a prática de crimes de corrupção ativa e passiva, associação criminosa e lavagem de dinheiro.

Foto: Polícia Federal 

25 Policiais Federais e três Auditores da CGU cumprem, ao todo, nove mandados judiciais de busca e apreensão nos municípios de Picos, São Luís do Piauí e Ipiranga do Piauí, todos localizados na microrregião de Picos. As ordens foram expedidas pela 1ª Vara Criminal Federal da Seção Judiciária do Piauí.

Foto: Polícia Federal 

De acordo com a Polícia Federal, as investigações mostraram repasses vultosos de valores de empresas sediadas em Picos para agentes púbicos vinculados a municípios dessa microrregião. Ainda segundo a PF, os repasses, diversas vezes, ocorreram nas mesmas datas dos pagamentos realizados às empresas relativos a obras e serviços executados nos municípios envolvidos.

Até o momento, já foram apuradas irregularidades em procedimento licitatório que resultou na vitória de uma das empresas investigadas, bem como a remessa de valores a título de pagamento de vantagem indevida superior a R$ 1,5 milhão.

Foto: Polícia Federal 

Além disso, restou demonstrada a utilização, pelo grupo criminoso, de pessoas interpostas com a finalidade de promover a lavagem do dinheiro obtido com a prática dos crimes.

O nome da operação (Paradoxo) é uma referência à contradição existente entre os fatos apurados e os princípios que devem nortear os servidores públicos.

Fonte: Cidade Verde (Com informações da Polícia Federal)

Em nota, a Prefeitura Municipal de Ipiranga do Piauí informa que a documentação exigida pela Polícia Federal é referente aos anos de 2018 a 2020, ou seja, período em que o município foi comandado pelo ex-prefeito, Zé Maria.

Na manhã de hoje (15/12/2021), a Polícia Federal, em parceria com a Controladoria Geral da União (CGU) esteve na Prefeitura Municipal de Ipiranga do Piauí, em cumprimento a mandados de buscas e apreensões relativos à operação denominada “Paradoxo”, com o objetivo de apurar esquema de corrupção existente entre empresários e servidores públicos.

No munícipio de Ipiranga do Piauí a documentação solicitada refere-se a licitações, contratos e pagamentos dos anos compreendidos entre 2018-2020, período de gestão do ex-Prefeito Zé Maria (2013-2020).

A ação da PF em Ipiranga do Piauí foi acompanhada por agentes públicos municipais que prontamente colaboraram com as solicitações feitas.

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Você está usando um bloqueador de anúncios.