ad16
https://ead.uninta.edu.br/
AutoPECASonline24.pt
GeralPolícia

“Operação Segor” detem 12 pessoas em Picos

Samuel Silveira
Delegado Samuel Silveira explica realização da "Operação SEGOR".

A “Operação Segor”, deflagrada pela Polícia Civil do Piauí, através da Delegacia de Entorpecentes e da CICO, contando com a parceria do Núcleo de Operações Especiais da PRF e da Polícia Militar, deteve até às 9h00 desta quinta-feira (09) 12 pessoas, cujos mandados de prisão foram expedidos pelo juiz da 4° Vara da Comarca de Picos. Os acusados foram conduzidos para a Delegacia Regional de Picos, onde uma grande concentração de policiais, advogados e parentes dos presos se reuniram.

Segundo o titular da Delegacia de Entorpecentes, Samuel Silveira, a operação foi motivada em decorrência dos homicídios, roubo de carga, sonegação fiscal e tráfico de drogas. Indagado sobre os nomes das pessoas detidas, o delegado não informou de imediato, disse apenas que a relação será divulgada no site da Polícia Civil do Piauí, mas frisou que os mandados não foram cumpridos apenas em Picos.

Operação SEGOR: Veículo Ford Fusion e motocicleta Falcon apreendidos
Veículo Ford Fusion e motocicleta Falcon apreendidos

“Essa operação não abrangeu só Picos, mas cidades da micro-região, como Jaicós, Bocaina, São José e até mesmo Teresina”. Sobre os procedimentos a serem adotados com relação às pessoas detidas nesta madrugada, o delegado informou que serão encaminhados ao sistema prisional, provavelmente de Teresina.

Delegacia Regional
Movimentação em frente a Delegacia Regional de Picos. Foto: Jailson Dias

Além da Delegacia Regional da Polícia Civil de Picos participaram também as Delegacias de Oeiras, Campo Maior e distritos policiais de Teresina. Apesar dos 12 presos foram expedidos mandados para 22 prisões. Quanto aos detidos, estes não ofereceram resistência a prisão. A operação foi deflagrada por volta das 5h00.

O delegado da CICO, Tiago Dias, informou que os dados serão atualizados ao longo do dia. Ele disse ainda que operação continua em andamento e as pessoas que não foram presas nesta quinta-feira serão localizadas nos próximos dias. “O nosso serviço de inteligência irá localizá-los para cumprir os mandados judiciais”, declarou.

OPERAÇÃO SEGOR

A Operação Segor visa dar cumprimento a 22 mandados de prisão e 28 mandados de busca e apreensão, expedidos pelo Juiz da 4ª Vara de Picos. As investigações foram comandadas pelos elegados Tiago Dias (CICO) e Samuel Silveira (DEPRE).

As prisões e buscas acontecem em seis cidades: Picos, Jaicós, Bocaina, Santo Antônio do Lisboa e na capital, Teresina. Participam da operação equipes da CICO, DEPRE, NI, SOE, GAM, policiais das delegacias regionais de icos, Oeiras, Piracuruca, Campo Maior e Água Branca. Também dão suporte à “Segor” policiais militares de Oeiras, Picos, GATE, RONE, e Polícia Rodoviária Federal. Participam também auditores e técnicos da Secretaria de Fazenda do Estado.

Destaca-se como chefe da organização criminosa o nacional de iniciais A. M.G que comandava a distribuição de drogas em Picos, após a morte do traficante identificado como Rutácio, em 2011. Em decorrência da disputa pelo tráfico de drogas na região, ocorreram diversos homicídios nos anos de 2009, 2010 e 2011. No decorrer das investigações foram apreendidos pela DEPRE onze quilos de cocaína, sendo a maior apreensão já feita na cidade de Picos.

Na “Operação Segor” foram expedidos mandados de sequestro de diversos imóveis obtidos através do tráfico de drogas, dentre eles um hotel, um prédio de apartamentos e dois estabelecimentos comerciais, além de vários veículos automotores. Também foi determinado bloqueio de diversas contas bancárias dos investigados.

Cargas roubadas

No decorrer das investigações de tráfico de drogas e homicídios na microrregião de Picos, descobriu-se também a participação de alguns investigados na receptação e distribuição de mercadorias roubadas no sul do Piauí e em Estados vizinhos como Pernambuco e Bahia.

Articulação entre instituições cria Núcleo de Enfrentamento ao Crime Organizado (NECO)

A “operação Segor” decorreu de um trabalho integrado entre a CICO, DEPRE, e Delegacia Regional de Picos, contando com a atuação direta do Ministério Público e do Poder Judiciário.

Tal integração foi formalizada em reunião realizada no mês de junho de 2011, quando representantes da Polícia Civil, Ministério Público e Poder Judiciário formaram o Núcleo de Enfrentamento ao Crime Organizado (NECO). Ressalte-se a participação do presidente do Tribunal de Justiça, Desembargador Edvaldo Moura e do Desembargador Erivan Lopes.

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Você está usando um bloqueador de anúncios.
Quer falar a Redação? Comece aqui
Publicidade