ad16
AutoPECASonline24.pt
CidadeColunasDestaquesEspecialGeral

Pai homenageia filha com carta no dia do anviversário

 Aniversariante Cândida
Aniversariante Cândida

O crescer e multiplicai-vos é o objetivo maior de nossa vida. Filha, esta singela reunião de amigos, procuraremos materializar nossos sentimentos de apreço e consideração a aniversariante que permanece tão linda, tão meiga, tão doce, tão querida e amada por todos aqui presentes, particularmente, seus pais, provedores incondicionais de seu bem-estar e preocupante com o vosso futuro auspicioso.

Procure crescer na convicção que procuraremos supri-la com alimento e estudo. Chega a hora da perda do sincretismo indiferenciado. Reconheça-nos como mais que amigos. Suporte-nos e perdoe-nos por vezes acertaremos e, se errarmos, não será por dolo ou culpa, casualidade por sermos pessoas falhas. O viver é fácil, tornar-se humano é o difícil.

Lembre-se quando advier a sua percepção, não esqueça que nossos laços afetivos são decorrentes de trocas. É hora de roubar de seus pais as suas vitalidades, de apoderar-se dessa energia para que seja capaz de adquirir desde a sua infância, adolescência e vida adulta a perseverança necessária a sua autorrealização ética, educacional e profissional.

 Cândida! Somos seus primeiros passos e firmamos o alicerce de tudo que possa usufruir. É um plantio incansável e incondicional de eterna vigilância consigo. Não poderemos errar de qualquer ordem ou natureza. Se isso ocorrer, esse fracasso deverá abraçá-la. Estaremos dispostos a labutar até o fim de nossos dias de pais para que possa descortinar um mundo melhor, reflexo de muita esperança e do labor menos árduo que fomos sujeitos a percorrer anteriormente.

Alegre-se Cândida! Mesmo sem deslumbrar e sem consciência necessária, estamos nessa tertúlia para dizermos que amamos e ficamos contentes em vê-la formosa, beleza física e cheia de serenidade.

“A esperança é a última que morre”, assim diz o provérbio popular. Seus primeiros dias em nossos braços foi o nosso combustível e alento de nossa alegria de progenitores, pois cada carinho, cada mamadeira, cada banho, cada troca de fralda, cada sorriso, cada abraço mútuo e cada beijo fortificou-nos para querê-la de forma incondicional.

Cândida! Esta simples introdução tem um propósito maior de confraternizá-la de maneira ímpar e singular. A nossa loucura de pais apaixonados é a sua proteção de tal modo transformar suas futuras aspirações em realidade.

Cândida! São nossas considerações quase que finais de pais cativos e carinhosos e, em seu nome, concitamos a todos a cantarem “PARABÉNS A VÔCE”. Música e letra que marca o costume de adoração ao ente querido de nosso costume ocidental. E antes que pergunte pelo seu presente material, confesso-vos que optamos por essa modalidade de contrato de compromisso, selamos o primeiro lavrando a sua certidão de nascimento, como paradigma do amor perpétuo e indissolúvel à Cândida, filha maior e única!

Cândida, sorria! É hora de sua foto. Permaneça feliz e radiante. No futuro, no processo de anamnésia, no sentido conotativo, perceberá o amor que norteou o carinho de seus pais à Cândida tão inesquecível: sua existência foi motivo da felicidade de seus pais.

Lamentaremos muito quando se transformar em flecha para voar, nós permaneceremos estáveis como arco, numa dualidade de tristeza e alegria, permaneceremos com ataraxia que será a filha da ânsia da vida por si mesma: e embora tenha vivido conosco, nunca nos pertenceu em pensamentos e alma, por termos a certeza que sempre iria morar mais tarde na mansão do amanhã. Seja prudente e paciente a cada óbice das vicissitudes ao longo de sua existência. E antes que seus dias terminem precocemente, suplicamos a Deus que nos tire a nossa vida primeiro!

Finalmente, como gregarismo unânime, devemos ser responsáveis por aqueles que cativamos e a percepção de que só se vê bem com o coração, o essencial e invisível aos olhos.

 

Beijos e abraços,

 

J.C. Teles/ Ten.Cel.R1 e M. Fátima S./Empresária

Pais

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Você está usando um bloqueador de anúncios.
Quer falar a Redação? Comece aqui
Publicidade