ad16
DestaquesGeralTodas as Notícias

Pastor grava vídeo e tenta explicar confusão com motorista da Guanabara

No vídeo, o religioso afirmou também que o motorista foi quem provocou sua demissão e concordou que a demissão do motorista da Guanabara é consequência de sua arrogância. 

O pastor presidente Eudes Gomes, da Igreja Assembleia de Deus Madureira de Piracuruca, no Norte do Piauí, gravou um vídeo no Instagram na última quarta-feira (21/04) para explicar confusão com motorista da Guanabara, que acabou sendo demitido da empresa. As informações são do 180graus.

Durante live, um internauta opinou que o pastor era quem deveria ser demitido após confusão com motorista da Guanabara para ‘sentir na pele’, mas o religioso não deixou barato.

“Aí você precisa ter influência política. Aí você não tem e não pode pedir minha cabeça. Se você tiver influencia política mais do que eu aí você pede minha cabeça. Aí você não tem influência política, infelizmente você está perdendo para mim, porque tenho influencia política, eu tenho voto, voto e trabalho, voto de ações, e você não tem. Então venha se candidatar em Piracuruca para você pedir a cabeça de um secretário”, disparou o pastor.

Pastor grava vídeo explicando episódio    Reprodução / Instagram

No vídeo, o religioso afirmou também que o motorista foi quem provocou sua demissão e concordou que a demissão do motorista da Guanabara é consequência de sua arrogância. 

Eudes disse que reconheceu seu erro diante do prefeito e da população, mas ressaltou que isso não dá direito de alguém desrespeitá-lo.

Vídeo:

Confusão na rodoviária de Piracuruca

O pastor Eudes Gomes, que também é secretário municipal de Agricultura, estacionou seu carro em uma das plataformas destinadas para ônibus no Terminal Rodoviário de Piracuruca, mesmo o local possuindo uma placa determinando a proibição de estacionamento de carro, moto e bicicleta.

O fato gerou indignação por parte do motorista da Guanabara, que gravou um vídeo mostrando o carro do pastor estacionado em local não permitido.

“Quase ia batendo, se tivesse batido ele queria ter razão”, disse o motorista no vídeo. “Está certo um negócio deste?”, questionou.

“Obrigado pastor Eudes por fazer um pai de família perder o emprego”, postou o motorista.

O que diz a Guanabara 

Em nota enviada ao 180, na última quarta-feira (20/04), a empresa de transporte de passageiros afirmou que o desligamento do motorista não foi motivado pelas imagens que circulam nas redes sociais.

A Guanabara ressaltou que não tinha conhecimento do fato até o presente momento, não tendo recebido nenhuma notificação nem pelo SAC e nem pelas redes sociais.

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Você está usando um bloqueador de anúncios.