ad16
DestaquesGeral

Pesquisa revela que rota do tráfico de animais passa por Picos

Tráfico de animais silvistres
Tráfico de animais silvistres

Um relatório inédito produzido pela Renctas, organização não-governamental que combate o tráfico de animais silvestres, traçou todas as rotas para a comercialização desses bichos, dentro do país. No Piauí, foram identificadas pelo menos 12 cidades onde a compra e venda dos animais acontecem com maior ênfase. O documento mostra ainda que a maioria do tráfico no Estado acontece pelas estradas, apesar de se ter conhecimento por via área, também.

Os municípios piauienses listados na pesquisa estão divididos em captura, venda e, no caso de Floriano, na comercialização total de animais silvestres. De acordo com o relatório, as cidades de Oeiras, Nova Santa Rita, Acauã, São Raimundo Nonato, Campo Maior e na capital Teresina são onde os animais são mais comercializados, geralmente me feiras clandestinas. Já nos municípios de Corrente, Picos, Milton Brandão e coronel José Dias, ocorrem a captura dos bichos.

Quanto a Floriano, o relatório da Renctas aponta a cidade como a única no Piauí onde existe tanto a comercialização dos animais silvestres, como a captura dos mesmos. No final do ano passado, por exemplo, o Ibama conseguiu apreender na região de Floriano quase 50 aves, a maioria delas papagaios que chegam a custar R$ 1 mil no mercado nacional. O papagaio é um animal silvestre considerado de extinção e que chega a valer US$ 5 mil no exterior.

Números do setor de fiscalização do Ibama mostram que só nos dois primeiros meses deste ano já foram apreendidos 278 animais silvestres no Piauí, dos quais 234 eram aves, 16 mamíferos e 28 répteis. Em 2011, o total de animais silvestres aprendidos no Estado chegou a 1.689 unidades. Todos são levados para a sede do Ibama em Teresina onde passam por um processo de recuperação para em seguida serem devolvidos ao habitat natural. Muitos deles morrem durante o transporte, dentro do tráfico.

Veja a rota do tráfico de animais no país!

Com informações do PortalAZ

Botão Voltar ao topo
Quer falar a Redação? Comece aqui

Adblock detectado

Você está usando um bloqueador de anúncios.
Publicidade