ad16
AutoPECASonline24.pt
https://ead.uninta.edu.br/
DestaquesGeralTodas as Notícias

Pesquisadores que vão mapear o coronavírus em Picos ficam em quarentena após chegarem do Maranhão

Em Picos, 17 pesquisadores entraram em quarentena no município, nesta quinta-feira (14), após terem chegado do Maranhão. O estado vizinho ao Piauí é o terceiro com maior número de casos de coronavírus do país. Até o momento já registrou 470 óbitos pela doença e 9801 infectados. As informações do G1 Piauí.

De acordo com Vigilância Sanitária da cidade, os pesquisadores foram contratados pelo IBOPE Inteligência para mapear o coronavírus em alguns municípios do país, e o isolamento de quem vem de fora do estado é uma exigência do Governo do Piauí.

G1 procurou o IBOPE, que confirmou a cidade de Picos como uma das 133 cidades nas quais seria realizada a pesquisa sobre sobre COVID-19 nesta quinta e sexta-feira (15).

A quarentena é uma das medidas determinadas em decreto pelo governo do Piauí, na qual qualquer pessoa vinda de outro estado deve ficar em isolamento por, no mínimo, sete dias.

A coordenadora da Vigilância Sanitária de Picos, Lúcia Neiva, explicou que os profissionais foram levados para um hotel para cumprir o isolamento social e, nos próximos dias, vão realizar os testes da Covid-19.

“Eles vieram em um ônibus que trouxe pesquisadores para realização de testes para fazer uma amostragem de infectados pelo coronavírus em Picos. A coordenação de Vigilância Epidemiológica vai realizar os testes nos pesquisadores. Se der negativo, a Sesapi liberando, nós liberamos também”, explicou Lúcia Neiva.

Segundo a coordenadora, os profissionais a pesquisa pretende entender melhor a situação da Covid-19 em vários municípios do país. “Eles passaram por uma capacitação, e o IBOPE conseguiu a autorização para que o grupo pudesse fazer a pesquisa em alguns bairros”, destacou.

Decretos determinam distanciamento social

Para evitar a contaminação pelo vírus, o isolamento social e medidas emergenciais foram determinadas por meio de decretos do governo do estado e das prefeituras, como na capital piauiense, para que a população fique em casa e evite ao máximo ir às ruas.

Policiais fazem abordagens nas fronteiras do estado a ônibus e veículos particulares. Escolas, universidades e a maior parte do comércio, assim como serviços públicos, suspenderam as atividades. Os decretos preveem que quem descumprir as regras pode ser penalizado com multa ou até prisão.

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Você está usando um bloqueador de anúncios.
Quer falar a Redação? Comece aqui