ad16
DestaquesGeralTodas as Notícias

Operação Sorte Grande: MPF estima sonegação de R$ 900 milhões em impostos

[ad#336×280]O Ministério Público Federal informou que o grupo empresarial piauiense investigado pela Polícia Federal na Operação Sorte Grande sonegou cerca de R$ 900 milhões em impostos e juros não cobrados. A informação é do procurador Marco Túlio. A Operação Sorte Grande foi deflagrada na manhã de hoje (20) pela PF após 11 anos de investigação das contas de um grupo empresarial pertencente ao empresário piauiense Paulo Guimarães. Suas empresas atuam nas áreas da comunicação (TV, rádio e jornal), venda de veículos (concessionárias), empreendimentos imobiliários, (construção de shopping centers e outros imóveis), educação (faculdades) e de saúde (hospital e operadoras e plano de saúde).

2014-08-20-084305-620x413w

O procurador conta que o MPF foi provocado pelo INSS após a constatação de irregularidades nas finanças de empresas locais. O órgão requisitou uma investigação por parte do Ministério Público em 2003 e, desde então, a Polícia Federal tem trabalhado coletando dados que comprovem a sonegação.

Cerca de 85 policiais federais, 18 auditores e quatro analistas tributários da Receita Federal participaram da ação. Durante as investigações, ficou constatado que além do crime de sonegação fiscal, o grupo empresarial cometeu também crimes de falsidade ideológica, lavagem de dinheiro e associação criminosa.

As investigações apontaram que o grupo se utilizava de laranjas e de empresas offshore sediadas no paraíso fiscal das Ilhas Virgens Britânicas e realizava sucessivas mudanças nos quadros de secretários de empresas devedoras do fisco para afastá-las de seus verdadeiros proprietários e transferir seus ativos para outras pessoas jurídicas.

Para evitar o efetivo pagamento dos débitos tributários, os envolvidos aderiam a programas de recuperação fiscal legalmente previstos em conformidade com a Receita Federal.

PF DIVULGA NOTA
A Polícia Federal deflagrou, na manhã desta quinta-feira, 20/08/2014, em ação conjunta com a Receita Federal do Brasil, a Operação “SORTE GRANDE”, com o objetivo de cumprir mandados de busca e apreensão e de conduta coercitiva, para interrogatório, de componentes de um grupo empresarial de grande porte com sede no Estado do Piauí, pela prática de sonegação fiscal, falsidade ideológica, lavagem de dinheiro em associação criminosa.

Às 11:00hs será concedida uma entrevista coletiva no auditório desta Regional, ocasião em que serão fornecidos os detalhes da operação.

Teresina/PI, 20 de Agosto de 2014.

Assessoria de Comunicação/SR/DPF/PI”

Aguarde mais informações.

Fonte: PortaloDia

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Você está usando um bloqueador de anúncios.
Quer falar a Redação? Comece aqui
Publicidade