ad16
DestaquesSaúdeTodas as Notícias

Piauí registra 16 casos de variante Delta do novo coronavírus em quatro cidades do estado

Os exames agora são feitos no Piauí através de uma parceria entre Lacen e FioCruz-PI, o que agilizou na identificação da variante.

De 23 amostras de exames positivos de Covid-19, investigadas pelo Laboratório Central do Piauí (Lacen), 12 foram identificadas pela variante Delta. O balanço é do Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde, da Secretaria de Estado da Saúde, com base em sequenciamentos genéticos realizados pelo Laboratório de Vigilância Molecular (LVM), FioCruz-PI. Já são 16 casos confirmados até o momento.

De acordo com a Sesapi, isso mostra que a variante já circula no estado, já que os pacientes são dos municípios de Agricolândia, Caldeirão Grande do Piauí, Jatobá e Teresina. Já neste mês de dezembro, a secretaria tinha confirmado quatro casos, sendo três de Teresina e um de Picos, os exames foram feitos fora do estado.

O secretário de Saúde, Florentino Neto, informou que como os exames passaram a ser realizados no Piauí, a Sesapi terá um quadro mais fiel da situação da Covid-19 no estado. O trabalho é realizado através de uma parceria entre Sesapi, através do Lacen e Fioicruz/Piauí.

Foto: Breno Esaki/Agência Saúde DF

“Até então, esses exames eram encaminhados para laboratórios de referência em outros Estados, o que demandava bastante tempo, atrasando as respostas de saúde pública para enfrentar a pandemia. Agora, poderemos atuar com mais rapidez e traçar estratégias para barrar a circulação dos vírus”, destaca o gestor.

Para o Superintendente de Atenção à Saúde, Herlon Guimarães, o crescimento da proporção de casos da variante Delta entre as amostras analisadas serve de alerta para os órgãos de saúde.

É que, segundo ele, a quantidade de amostras presentes em cada “rodada” de estudo — cerca 96 amostras em um prazo de duas semanas — o índice sugere que o número real de casos da variante pode ser superior.

Por isso, ele chama atenção para as medidas já conhecidas pela população para combater a pandemia do coronavírus, como o uso de máscara de proteção, que é obrigatório no Piauí; a higienização das mãos; o distanciamento social e a vacinação contra a Covid-19. “O Governo do Estado, através de Sesapi, tem feito o seu dever de casa no combate à pandemia. Agora, pedimos a população para continuar se protegendo e evitando aglomerações, principalmente neste final do ano, que é um período festivo”, completa.

G1 PI

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Você está usando um bloqueador de anúncios.