ad16
AutoPECASonline24.pt
DestaquesGeralTodas as Notícias

Picoense conquista o mundo através do esporte

Neste período em que se aproxima o Natal, o Portal RiachaoNet buscou contar a história de um picoense que vem conquistando seu espaço no Brasil e no mundo através do esporte, levando a cidade de Picos ao lugar mais alto do pódio. O personagem desta história que se define nas palavras: SUPERAÇÃO, CONQUISTAS, DESAFIOS, é o paracanoísta Luís Carlos Cardoso, 31 anos, eleito no dia 09 de dezembro o melhor atleta paralímpico de 2015.

Luís Carlos Cardoso - Foto: Paula Monize
Luís Carlos Cardoso – Foto: Paula Monize

Luis Carlos Cardoso sabe muito bem o significado da palavra superação. Antes mesmo da fase de grandes conquistas no esporte na categoria paracanoagem, onde já ganhou duas medalhas internacionais no mundial realizado em Milão, na Itália, o mesmo já enfrentou grandes obstáculos, que por pouco não lhe fizeram desistir.

IMG_7516

Dançarino de bandas de forró, percorrendo o Nordeste e subindo nos palcos desde os 16 anos de idade, o atleta teve de parar com sua paixão – a dança, quando foi acometido com uma doença que tirou o movimento de suas pernas, a esquistossomose, ainda em 2010.

“Realmente foi um momento bastante difícil na minha vida,em que fui pego de surpresa e tive de deixar de viver uma das minhas maiores alegrias que era ser dançarino. Os médicos só após duas semanas me diagnosticaram com a esquistossomose, doença que provocou a minha deficiência nos membros inferiores. Aí então começou a minha luta, e foi no esporte, na paracanoagem que realmente me descobri”, conta Luís Carlos Cardoso.

IMG_7527

Em 2011, Luís Carlos conheceu a canoagem que foi a sua grande reabilitação para a vida. Aos poucos ele foi se recuperando e ganhando confiança no esporte, e os primeiros resultados começaram a aparecer. Hoje Luís Carlos é um dos grandes nomes do esporte na paracanoagem, e já espera por mais resultados nas Olimpíadas de 2016, no Brasil.

“O Esporte hoje é a minha vida. As vezes existem momentos  que nos fazem pensar em parar, mas desistir pra quê? Eu sou a prova viva disto. Agora depois de ser eleito o melhor atleta paralímpico, em que as pessoas se identificam com a minha história, tenho de trabalhar duro pensando nas Olímpiadas de 2016”, disse o atleta.

 IMG_7525

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Você está usando um bloqueador de anúncios.
Quer falar a Redação? Comece aqui
Publicidade