ad16
AutoPECASonline24.pt
https://ead.uninta.edu.br/
DestaquesTodas as Notícias

Picos está entre as cidades mais quentes do país

Nos últimos sete dias, o Piauí já figurou na lista das dez maiores temperaturas do país com pelo menos cinco cidades entre as que os termômetros marcaram além de 39°C. Nesta terça-feira (18), por exemplo, em Gilbués e Floriano, o calor imperou com índice acima de 40°C. Também apareceram na lista dos municípios mais quentes: Oeiras (39,6°C); Castelo do Piauí (39,5°C) e Picos (39,5°C).

Os dados são do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) e mostram também que entre as 10 cidades com índices extremos de umidade relativa do ar, quatro delas são piauienses: Teresina (19%); São João do Piauí (24%); Floriano (25%) e Paulistana (26%).

temperatura

A Organização Mundial da Saúde, alerta que os valores da umidade relativa do ar abaixo de 60% já não são ideais para a saúde humana. A classificação do órgão internacional indica que a região que registra entre 21% e 30% pode ser enquadrada no nível de estado de atenção. Já quando os índices oscilam entre 12% e 20%, a região é considerada em estado de alerta.

Houve dias, como o domingo passado, dia 16, em que seis cidades do Piauí constavam no ranking das temperaturas mais elevadas. Foram elas: Floriano, Teresina, Oeiras, Piripiri, Esperantina e Castelo do Piauí. Em todas elas os termômetros marcaram acima de 40°C.

Risco de Queimadas

Com umidade relativa do ar abaixo de 30% e temperatura beirando os 40 graus a probabilidade de focos de incêndios só aumentam, segundo o Corpo de Bombeiros. Até esta terça-feira, o Piauí era o quarto estado com o maior número de queimadas, segundo o Programa de Queimadas do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe). Foram 1.960 focos registrados esse mês, 174 nas últimas 48 horas.

A situação levou o governo do Piauí a decretar estado de emergência. O documento, que deve ser publicado no Diário Oficial do Estado desta quarta, diz respeito, inicialmente, a oito cidades, incluindo Teresina. De acordo com a Defesa Civil, levantamento inicial aponta que 15 famílias perderam suas casas e mais de 100 hectares de vegetação foram consumidos pelas chamas.

O decreto inclui União, Curralinhos, Picos, Santana do Piauí, Palmeirais, Nazária, José de Freitas e a capital, sendo necessário para a adoção de uma série de medidas, a começar pela reconstrução das casas consumidas pelo fogo. Com o decreto, o governo poderá agilizar a liberação de recursos.

De acordo com a Defesa Civil, é possível que mais municípios sejam incluídos se comprovados prejuízos de mesma natureza.

Fonte: G1

Etiquetas
Botão Voltar ao topo
Fechar

Adblock detectado

Você está usando um bloqueador de anúncios.
Quer falar a Redação? Comece aqui
Publicidade