ad16
DestaquesSaúdeTodas as Notícias

Picos: Médicos da Alemanha farão atendimentos no HRJL a partir de setembro

[ad#336×280]Na manhã desta quinta-feira, 15, foi realizado no Centro de Assistência Médica de Picos (CAMPI), um coletiva de imprensa para a apresentação e possíveis esclarecimentos sobre como transcorrerá o intercâmbio de médicos e pacientes entre hospitais de Picos e o Hospital de Trauma de Berlim – UKB, na Alemanha. O coordenador da Associação ProBrasil, Uwe Weibrecht, responsável por mediar este processo foi quem apresentou o projeto.

Coordenador da Associação ProBrasil, Uwe Weibrecht durante coletiva - Foto: Jesika Mayara
Coordenador da Associação ProBrasil, Uwe Weibrecht durante coletiva – Foto: Jesika Mayara

Segundo o coordenador da Associação ProBrasil, Uwe Weibrecht, a saúde pública de Picos tende a melhorar a partir da firmação destas parcerias. “A ProBrasil sozinha não resolve o problema, por isto que buscamos parceria com o Hospital Regional Justino Luz. Nós conversamos com o diretor do Hospital, José Ayrton reafirmando a parceria, onde médicos da Alemanha do maior hospital de traumas do país virão para a Casa de Saúde para ajudar os colegas e também à população”, afirmou o coordenador.

A previsão é que o intercâmbio de médicos seja iniciado em setembro deste ano, com a vinda de dois profissionais. O UKB fará inicialmente um diagnóstico da região, sendo detectada que as especialidades mais necessárias respondem a médicos cirurgião e um traumatologista.

O coordenador durante a coletiva ressaltou a importância do projeto para ambos os lados“Eles voltam para a Alemanha transformados, é a vivência com culturas diferentes, experiências diferentes, onde ocorre um crescimento profissional, e onde aqui na cidade podem contribuir no tratamento de pessoas”, disse Uwe Weibrecht.

Sobre o intercâmbio entre pacientes de Picos para realizar tratamento na Alemanha, Uwe Weibrecht esclareceu que de acordo com as normas do Sistema Único de Saúde – SUS não é previsto a prática de tratamento clínico diretamente fora do país. No entanto, ele ressalta que existe uma possibilidade na existência de uma interligação entre os hospitais para fornecer apoio no tratamento médico de pacientes. Diante desta possibilidade, a Secretária de Saúde do Piauí – Sesapi é quem administrará esta situação.

A CAMPI já está funcionando desde o dia 14 de abril com sete especialidades, urologia, ortopedia, neurologia, cardiologia, radiologia, cirurgia geral, dentre outros. Este atendimento acontece mediante o encaminhamento do médico do Posto de Saúde da Família, onde este procura a Central de Marcação de Exames, e posteriormente direcionado a CAMPI.

 

Tags
LER MATÉRIA COMPLETA

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Leia Também