ad16
GeralSaúde

Picos: três casos de tuberculose confirmados em 2012

A Secretaria de Saúde de Picos, através do Programa de Controle da Tuberculose, realizou nesta sexta-feira, 30, um dia de conscientização e informação a respeito dos riscos da tuberculose. A doença é uma preocupação constante das instituições e órgãos de saúde em todo o mundo.

Programa de Controle da Tuberculose – Foto: Romário Mendes

Por ser uma cidade com alta incidência de casos, Picos está na lista dos municípios que merecem atenção especial.  Segundo informações do Programa de Controle da Secretaria Municipal de Saúde, 80% dos casos diagnosticados no Brasil estão concentrados em 315 municípios – Picos luta para sair dessa lista.

Os números preocupam: de janeiro a março deste ano três casos já foram confirmados – os pacientes estão em tratamento. Em 2011 foram 32 diagnósticos positivos.

A informação é utilizada como principal maneira de combater e controlar a doença. A criação do Dia Mundial da Tuberculose, 24 de março, foi uma das maneiras encontradas pela  para uniformizar as campanhas de mobilização social contra a doença em todo o mundo.

Programa de Controle da Tuberculose
Elena Lúcia – Foto: Romário Mendes

“É um dia que usamos para divulgar dados, levantar informações e fazer trabalho de conscientização da população. Usamos essa data exclusivamente para divulgar informações porque sabemos que, infelizmente, a tuberculose é uma doença que ainda mata”, destaca Elena Lúcia, coordenadora do Programa de Controle da Tuberculose em Picos.

No Brasil, a Portaria GM/MS Nº 2181, de 21 de novembro de 2001 transformou o dia 24 de março na data no início da Semana Nacional de Mobilização e Combate à Tuberculose que vai até o dia 28 de Março. O dia 17 de Novembro também é referenciado como data de mobilização nacional, estadual e local.

O Programa de Controle oferece laboratório de exames, medicação, orientação, acompanhamento a pacientes com suspeita ou confirmação de diagnóstico.

Clique aqui e leia mais sobre a Tuberculose 

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Você está usando um bloqueador de anúncios.
Quer falar a Redação? Comece aqui
Publicidade