ad16
DestaquesPolíciaTodas as Notícias

“Toinho Sabacu” é preso 21 anos após assalto a mão armada em Picos

Ele contou com a ajuda de um menor de idade para obtenção da arma de fogo utilizada no crime.

Atualizada às 16h00

Na manhã desta sexta-feira (26), uma página policial no Instagram anunciou a prisão de um homem acusado de roubo qualificado, até então, com nome não identificado. No início da tarde, a Polícia Civil identificou o autor como sendo o senhor Antônio Henrique Félix de Jesus, mais conhecido por “Toinho Sabacu”.

Conhecido por todos os picoenses por andar como mendigo e com um pedaço de pau ou ferro nas mãos, às vezes pacífico, noutras agressivo, Toinho Sabacu foi condenado a seis anos de reclusão após induzir um menor a realizar, juntamente com ele, um assalto a mão armada.

O crime aconteceu no dia 05 de abril de 2000, em um comércio no bairro Canto da Várzea, onde a vítima teve uma arma em sua cabeça e todo o dinheiro do caixa subtraído. Momentos antes, ele havia induzido o menor, à época do crime com 13 anos, a subtrair a arma de fogo de seu pai, policial militar, para cometerem o assalto.

A condenação veio somente quase três anos depois, no dia 29 de janeiro de 2013, sendo este seu primeiro crime.

E por que tanta demora na prisão?

Foi através de uma denúncia anônima que a Polícia Civil obteve a informação de que o mesmo possuía mandado de prisão em aberto. Após investigações, confirmaram e, com a ajuda da Polícia Militar, deram cumprimento à prisão de Toinho Sabacu.

Lei Abuso de Autoridade: exposição fotográfica
Vale ressaltar que a polícia somente pode divulgar imagem após condenação dos réus, o que é o caso em questão.

PM de Picos cumpre mandado de prisão por roubo qualificado

A Polícia Militar de Picos prendeu, nesta quinta-feira (25), um homem identificado pelas iniciais A.H.F.J., no bairro São José, pelo crime de roubo qualificado, baseado no Art. 213 do Código Penal.

Segundo informações repassadas pela PM, o mandado de prisão foi expedido pelo juiz da 4ª Vara Criminal da Comarca de Picos, o qual deu ordem para que o apenado seja recolhido e cumpra sua pena em regime semiaberto, na Colônia Agrícola Major César.

A.H.F.J. foi condenado a seis anos de prisão.

Art. 213 do Código Penal
Constranger alguém, mediante violência ou grave ameaça, a ter conjunção carnal ou a praticar ou permitir que com ele se pratique outro ato libidinoso: Pena – reclusão, de 6 (seis) a 10 (dez) anos.

Botão Voltar ao topo
Quer falar a Redação? Comece aqui

Adblock detectado

Você está usando um bloqueador de anúncios.
Publicidade