ad16
Polícia

Polícia prende 22 traficantes na ‘Operação Poty’

Traficante preso pela polícia civil

A POLÍCIA CIVIL DO ESTADO DO PIAUÍ deflagrou, às 06 (seis) horas de hoje (02.08.11), a OPERAÇÃO “POTY”, resultado de investigações iniciadas há 06 (seis) meses para combater o tráfico de drogas na capital do Piauí, coordenadas pela DELEGACIA DE PREVENÇÃO E  REPRESSÃO  A  ENTORPECENTES  –  DEPRE.  Considerando  o  atual  e  relevante  interesse público no combate às drogas, bem como o direito à informação, passamos a relatar de forma resumida as ações dos criminosos.

PRISÕES EM FLAGRANTE DELITO
No decorrer das investigações, houve autuações em flagrante delito de integrantes do grupo,  com  apreensão  de  quantidades  consideráveis  de  droga,  dinheiro,  automóveis  e motocicletas, situações estas que passamos a descrever a seguir:

No  dia  24  de  março  de  2011,  policiais  da  DEPRE  abordaram  BRUNO CRISTÓVÃO  DE  SOUSA  e  ANTÔNIO  CÉSAR  PEREIRA  DA  SILVA,  bem  como  cumpriram mandado  de  busca  e  apreensão  na  residência  de  LAURA  ALVES  SOARES,  ocasião  em  que encontraram mais de 100 g (cem gramas) de droga, uma balança de precisão, a quantia de R$ 859,00 (oitocentos e cinqüenta e nove reais) em dinheiro, 02 (dois) veículos GM CELTA, placas LWC 7477 e LVW 4235, razão pela qual todos foram autuados em flagrante delito por tráfico de drogas. De ver-se que com a prisão de BRUNO, passam a comandar o tráfico seus familiares, quais sejam, MARIA JOSE DE OLIVEIRA (mãe), JADNA RAQUEL SANTANA LUZ (esposa), EDNA SANTANA DA SILVA LUZ (sogra), LUIS FELIPE DE OLIVEIRA CORREA (irmão), ANA CAROLINA DE SOUSA (irmã), formando uma verdadeira empresa familiar do tráfico, na qual havia lavagem de dinheiro com depósitos realizados em conta corrente tendo como favorecidos os próprios integrantes do  grupo, bem como aquisição de bens móveis  e  imóveis, os quais  serão devidamente seqüestrados judicialmente.

Este grupo acima abastecia de droga a pessoa de ELYRFRANCIS DE SOUSA SILVA,  o  que  foi  comprovado  por  meio  de  cumprimento  de  mandado  judicial  de  busca  e apreensão na residência do mesmo, em data de 12 de abril de 2011, oportunidade em que foi encontrada a quantidade de 500 g (quinhentos gramas) de crack, no que foi preso e autuado em flagrante delito.

Uma  outra  parte  do  grupo,  com  o  dinheiro  proveniente  da  venda  de  droga, realizava depósito dos numerários em Agências Bancárias desta cidade, sendo que no dia 08 de abril de 2011 a pessoa de ANTONIO MARCOS GOMES DE LIMA foi flagrada por policiais de  DEPRE depositando a quantia de mais de R$ 40.000,00 (quarenta mil reais) em uma instituição financeira. Em vistoria no quarto de hotel em que o mesmo estava hospedado, foram encontrados mais de R$ 15.000,00 (quinze mil reais) bem como identificadas as pessoas de MOACIR LUIZ DE FARIA e JOSÉ ROBERTO RODRIGUES DE ASSIS. Foram apreendidos na ocasião um veículo VW/GOLF placa JTO-0406, uma pick-up FIAT/STRADA placa NIB-8535 e uma motocicleta CBR 600 placa EFG 6446.

Um dos integrantes do grupo investigado, de nome JOAQUIM MEMÓRIA NETO juntamente com um comparsa foram presos e autuados em flagrante delito, na data de 08 de maio  de  2011,  na  cidade  de  Luis  Eduardo  Magalhães  (BA),  por  estar  transportando aproximadamente 29 kg de pasta base de cocaína, na carroceria do veículo FIAT STRADA, de cor PRATA e placas HOD-5728. A referida droga deveria abastecer o  Estado do Piauí, tendo como destinatário ANTONIO CESAR FONTENELE PEREIRA, os quais  estavam  sendo monitorados, porém aguardava-se que os criminosos adentrassem os limites territoriais piauienses, tendo em vista a circunscrição da DEPRE.

Em data de 22 de julho de 2011, foram presos em flagrante pela Comissão Investigadora do Crime Organizado (CICO), pelo crime de tentativa de roubo qualificado e quadrilha ou bando (art. 157, §2º, I, c/c art. 14, II e art. 288, caput, todos do Código Penal), as pessoas de JOSE AMARO DE MORAES FILHO, vulgo “JONHY PLAY”, e CLESSIO DAVID DE MELO SILVA.

Por fim, na data de 31 de julho de 2011, a Comissão Investigadora do Crime Organizado (CICO), a DEPRE e o NI efetuaram prisão de 09 (nove) pessoas, especializada em arrombamento a caixas eletrônicos de instituição bancária, com utilização de maçarico, explosivos e/ou furadeira,  após  o grupo ter rendido um  vigilante  da Secretaria Municipal de Educação da cidade de Floriano-PI, ocasião em que arrombaram o terminal de auto atendimento do Banco do Brasil situado no interior do referido órgão. Houve, ainda, apreensão de todo o dinheiro subtraído, 01 (uma) pistola, bem como os instrumentos do crime.

Diante das provas coletadas, indicando incidência nos crimes de tráfico ilícito de entorpecentes  (art.  33  da  Lei  nº  11.343/06),  associação  ao  tráfico  (art.  35  da  Lei  nº 11.343/06)  e  lavagem  de  dinheiro  (art.  1º,  I,  da  Lei  nº  9.613/98),  foram  solicitados  pela DEPRE e deferidos pelo JUIZ DA 7ª VARA CRIMINAL DE TERESINA, Dr. Almir Abib Tajra Filho,  após  parecer  favorável  do  MINISTÉRIO  PÚBLICO  ESTADUAL,  22  (vinte  e  dois) mandados  de  prisão  temporária  e  de  busca  e  apreensão,  a  serem  cumpridos  por aproximadamente  100  (cem)  policiais  civis,  entre  Delegados,  Agentes  e  Escrivães  de  diversas unidades da POLÍCIA CIVIL DO ESTADO DO PIAUÍ.

A OPERAÇÃO “POTY” contou com todo o apoio da Secretaria de Segurança Pública do  Estado  do  Piauí,  por  meio  da  pessoa  do  Dr.  FRANCISCO  DAS  CHAGAS

Botão Voltar ao topo
Quer falar a Redação? Comece aqui

Adblock detectado

Você está usando um bloqueador de anúncios.
Publicidade