ad16
BocainaDestaquesMunicípios

Polícia prende suspeitos de assassinar casal em Bocaina

[ad#336×280]

Atualizado às 21h para complemento de informações

Algemado, de pés descalços, com a cabeça baixa e vestindo apenas um calção. Foi assim que Pedro Crisóstomo Rocha, de 31 anos, chegou à Central de Flagrantes de Picos. Ele é um dos suspeitos de participação na morte do casal Simão Leôncio de Araújo, 75 anos, e Maria José da Rocha, 57 anos, mortos na noite da última quinta-feira (4), em Bocaina.

As características brutais do crime já são chocantes, mas um detalhe torna o episódio ainda mais repulsivo para a sociedade: Pedro Crisóstomo Rocha é filho de Maria José da Rocha, uma das vítimas. Os corpos do casal foram encontrados na cozinha da casa em que viviam, em chamas, um ao lado do outro, por outra filha de Maria José de apenas 18 anos.

O serviço de inteligência da Polícia Civil e Militar chegou ainda a outro suspeito de envolvimento no crime: Mario Mariano da Rocha, 21 anos. Os dois não estavam juntos no momento da prisão e foram capturados em locais distintos.

Pedro Rocha - Foto: Polícia Militar
Pedro Rocha – Foto: Polícia Militar
Mário Mariano da Rocha – Foto: Polícia Militar
Mário Mariano da Rocha – Foto: Polícia Militar

O filho de Maria José afirmou em entrevista que tinha um bom convívio com a mãe e com o padrasto. Ele nega a autoria do crime e diz não ter qualquer tipo de relacionamento de amizade com o outro suspeito, Mario Mariano. “Deus está vendo que eu não fiz isso, é uma coisa que estão jogando pra cima de mim. Eu não tenho coragem de matar uma formiga”, afirma com a voz embargada.

Pedro Rocha pontua o amor que a mãe sentia por ele. “Ela dizia que o filho mais que ela gostava era de mim (sic) e eu também gostava tanto dela, muito, como dele”, ressalta.

O comandante do Grupamento de Policiamento de Bocaina, tenente Gracivaldo explica que a polícia contou com a colaboração de toda a comunidade da região para chegar aos possíveis autores do crime. Provas físicas como a faca usada para ferir o casal, roupas sujas de sangue e até calçados estão em posse da polícia.

Na foto, Pedro Rocha ao lado da mãe e do padrasto – Foto: Arquivo da Família
Na foto, Pedro Rocha ao lado da mãe e do padrasto – Foto: Arquivo da Família

O policial informa o que teria levado a dupla a tirar a vida do Simão e Maria José. “Todo mês a sua mãe passava setenta reais para ele como forma de mesada, de ajuda, para os custos do mês. E devido a isso, acho que gerou uma contenda: ele não se conformou com a importância [recebida], foi até lá e tirou a vida [do casal] com facadas, tendo o auxílio de Mario Mariano”.

Pedro Rocha e Mario Mariano ainda tentaram fugir da polícia antes de serem presos, segundo informações da polícia. A dupla deve ser indiciada por homicídio duplamente qualificado praticado com requintes de crueldade.

Botão Voltar ao topo
Quer falar a Redação? Comece aqui

Adblock detectado

Você está usando um bloqueador de anúncios.
Publicidade