ad16
DestaquesGeralMunicípios

População de Aroeiras do Matadouro sofre com gambiarras

Por Luciano Barbosa

Enquanto comunidades da Zona Rural, em todas as partes do Brasil, seguem beneficiadas pelo Programa Luz Para Todos, que leva a energia elétrica para as regiões mais difíceis, a localidade de Aroeiras do Matadouro segue na direção oposta.

A apenas dois quilômetros de Picos, vários moradores são obrigados a levar suas vidas dependendo da fragilidade da energia que é subtraída da rede elétrica de maneira rudimentar utilizando fiação inadequada e postes de madeira.

Gambiarras em Aroeiras do Matadouro - Foto: LB

A fragilidade e o perigo são tantos que, quando chove ou venta muito, a corrente elétrica não passa para as referidas casas. Os postes de madeira vivem na iminência de caírem, deixando crianças e transeuntes em situação de constante perigo.

Embora, haja energia elétrica normal em grande parte do bairro, nessas outras há mais de quinze anos que a energia chega dessa forma. A comunidade por sua vez, há mais de nove anos solicita à Cepisa a tomada de providências. Cansada do boca-a-boca, a comunidade passou a oficializar os pedidos e a exigir a resposta por ofício também. Até agora nada. A Cepisa sempre tem informado que tem conhecimento do problema e que vai resolvê-lo, mas ainda não o fez.

Segundo a líder comunitária Verônica Pereira da Silva, nenhuma autoridade tem se apresentado para resolver a situação. “O único que tem aparecido por aqui e nos ajudado da maneira que pode é Paulinho Santana, os outros a gente nem vê”, diz ela.

Os moradores chegaram a se reunir e compraram um poste de concreto. Mas a ação ficou somente nisso porque alguém cobrou R$ 1.500,00 para fazer a instalação para as casas. Enquanto espera pelo poder público, a população do bairro continua a viver o drama todos os dias.

Etiquetas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo
Fechar
Publicidade