ad16
DestaquesEsporteGeral

Precisando avançar na Copa do Brasil, Picos pode alcançar resultado inédito

[ad#336×280]Dentre os oito melhores clubes da Copa do Brasil de Futebol Feminino, o Picos busca a melhor classificação de uma equipe feminina em torneios nacionais. No Campeonato Brasileiro, a equipe do Tiradentes-PI conseguiu ficar na sexta colocação geral. Surpreendendo na competição, a equipe pode fazer história se passar pelo próximo adversário.

– Tenho certeza que poucos esperavam esses resultados, o oitavo lugar ainda não é o que queremos – avisa o técnico José Batista.

O momento não é para críticas. Com um grupo de 30 atletas, o técnico tem a difícil missão de tirar 11 para compor o time titular e não tem espaço para brincadeira. As atletas também se mostram focadas no objetivo de conquistar um lugar no pódio da competição. Chegando à semifinal, a equipe já entra para a história da competição.

A competição existe desde o ano de 2007 e até então o Tiradentes-PI foi o clube piauiense que registra o maior número de participações: ao todo foram seis. Em 2012, o Flamengo-PI foi quem representou o estado no torneio. Mas na terra do mel, as atletas do Picos estão correndo atrás do tempo perdido na preparação para não fazer feio em casa.

SEP Feminino-Foto: Rafael Ribeiro / CBF
SEP Feminino-Foto: Rafael Ribeiro / CBF

– Já temos uma programação fechada, mas vamos saber administrar, vamos passar por cima dos atrasos que tivemos nessa preparação e vamos ter tranquilidade para trabalhar nos dias que faltam para fazer um resultado logo em Picos – declarou o técnico José Batista.

Com a atual colocação, a equipe alcançou a campanha realizada pelo Tiradentes-PI no ano de 2007 quando chegou classificado as quartas de final. Nos demais anos, as equipes não conseguiram passar das oitavas de final.

A partida do Picos nas quartas-de-final acontece na próxima quarta (26), no Estádio Helvídio Nunes, em Picos, às 20h. O adversário é o Madre Celeste, do Pará.

Globoesporte.com

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Você está usando um bloqueador de anúncios.
Quer falar a Redação? Comece aqui
Publicidade