ad16
https://ead.uninta.edu.br/
AutoPECASonline24.pt
PolíticaTodas as Notícias

Prefeitos do Piauí devem R$ 2 bilhões ao INSS e temem perder descontos

A dívida dos prefeitos do Piauí com a Previdência Social é de R$ 2 bilhões. A negociação dos prefeitos na Marcha em Brasília conseguiu uma redução de 40% deste valor para o pagamento parcelado e evitando o sequestro das contas das prefeituras. O débito seria reduzido em pelo menos R$ 1,2 bilhão. O problema é que a Medida Provisória assinada pelo presidente Michel Temer (PMDB), na semana passada, nunca foi publicada.

Os prefeitos se reuniram e demonstraram a preocupação com a possibilidade de perderem o desconto de 40% no valor das dívidas, conquistado durante a Marcha dos prefeitos a Brasília. Muitos prefeitos reclamavam do sequestro das contas das prefeitura, por ocasião do repasse do Fundo de Participação dos Municípios, para os municípios.

APPM
APPM – Foto: Reprodução

Segundo a direção da Associação Piauiense dos Municípios (APPM), a negociação permite que os prefeitos tenham mais recursos para fazer investimentos nos municípios. “Isto facilita o pagamento destes débitos e devem sobrar mais recursos aos municípios”, comentou o presidente da entidade, Gil Carlos, esperando que crise política não afete acordos feitos com governo federal.

“Tivemos duas grandes conquistas nessa Marcha até Brasília. Só com a medida provisória assinada pelo presidente Temer, nós conseguimos a redução de 40% das dívidas dos municípios, beneficiando também os estados com a diminuição dos encargos trabalhistas. No Piauí, são cerca de R$ 2 bilhões de dívida com a previdência que será reduzida para R$ 1,2 bilhão”, enfatizou o presidente da APPM.

A APPM acredita que os acordos devem ser mantidos, apesar da crise politica e econômica.

Fonte: Diário do Povo

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Você está usando um bloqueador de anúncios.
Quer falar a Redação? Comece aqui
Publicidade