CidadeTodas as Notícias

Prefeitura de Picos tem o fornecimento de energia suspenso mais uma vez

Mas esse não é um problema exclusivo da atual administração, outros prefeitos já passaram pelo constrangimento do corte no fornecimento da energia elétrica do Palácio Coelho Rodrigues.

Algo que já virou rotina no Palácio Coelho Rodrigues, nos últimos anos, voltou a se repetir nesta quarta-feira (02). Na manhã de hoje funcionários da Eletrobrás Distribuição do Piauí suspenderam o fornecimento de energia da prefeitura de Picos. O motivo: uma conta em atraso.

Em entrevista a rádio Cidade Modelo FM, o Procurador do município, advogado, Maycon Luz, disse que a dívida era referente a um Posto de Saúde. Ele informou ainda que o débito é no valor de R$ 300 reais. O  Procurador classificou como um equívoco o não pagamento da fatura.

“São várias faturas e num equívoco na hora do pagamento ficou uma dessas faturas sem pagar. Não foi por conta de falta de dinheiro, foi mesmo por conta de equívoco porque como são muitas e acabou o servidor passando por cima de uma delas. E por conta de uma fatura de R$ 300 reais a Eletrobrás efetuou o corte”, pontuou.

Foto/ diaaadiapiauí Desde 2010 a Prefeitura já teve a energia cortada diversas vezes
Foto/ diaaadiapiauí
Desde 2010 a Prefeitura já teve a energia cortada diversas vezes

Também de acordo com Maycon Luz, a fatura já foi quitada e a Eletrobrás já estaria providenciando a religação da energia elétrica no Palácio Coelho Rodrigues.

“O prédio da Prefeitura está em dias, Educação está em dias, Agricultura está em dias. Foi somente esse problemazinho na Saúde, uma conta da Saúde que ocasionou esse problema. Como lá se trata de saúde ele não podem cortar lá e eles cortam da Prefeitura, mas não foi relacionado a contas da Prefeitura”, pontuou o Procurador.

Fato recorrente:

Essa foi a terceira vez em pouco mais de um ano e quatro meses, na segunda administração do prefeito de Picos, Padre José Walmir de Lima (PT), que a Prefeitura tem o fornecimento de energia suspenso por conta de falta de pagamento.

No dia 28 de dezembro do ano passado funcionários da Eletrobrás cortaram a energia do Palácio Coelho Rodrigues e da sede da SMS (Secretaria Municipal de Saúde).

Esse mesmo procedimento, em relação a sede do Poder Executivo Municipal, já havia sido adotado pela empresa no dia 22 de março de 2017.

Mas esse não é um problema exclusivo da atual administração, outros prefeitos já passaram pelo constrangimento do corte no fornecimento da energia elétrica do Palácio Coelho Rodrigues.

No dia 10 de setembro de 2013 a energia também foi cortada por falta de pagamento na gestão do ex-prefeito e atual Conselheiro do TCE (Tribunal de Contas do Estado), Kleber Eulálio.

Quem também passou por isso foi o ex-prefeito, Gil Marques de Medeiros, o Gil Paraibano, quando a prefeitura teve o fornecimento cortado duas vez em um único dia, em 12 de agosto de 2010.

Em ambos os casos o serviço foi restabelecido poucas horas depois, mediante a quitação das faturas.  

Fonte: Portal o Povo

Tags
LER MATÉRIA COMPLETA

Leia Também