DestaquesGeralTodas as Notícias

Presidente da CDL afirma que crise chegou a Picos

Muito se fala em crise e na atual situação econômica que o país vem passando, mas será que essa crise realmente nos afeta? Já se fala em desemprego, empresas fechando as portas, mas ainda não há dados que comprovem as cogitações a cerca da possível situação de aperto.

De acordo com o presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas de Picos (CDL), Waldson Monteiro Neiva Eulálio (Sonzinho Eulálio) a situação do município não difere da crise no país. Ele comenta que Picos, apesar de ser uma cidade que a economia gira em torno do comércio e que a rotatividade de pessoas é muito grande, o município já enfrenta dificuldades financeiras.

Presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas de Picos (CDL), Waldson Monteiro Neiva Eulálio (Sonzinho Elálio)
Presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas de Picos (CDL), Waldson Monteiro Neiva Eulálio (Sonzinho Elálio)-Foto: Daniela Meneses 

“A situação de Picos está igual a do país, no momento tem setores da economia que são mais atingidos e outros menos e uns que ainda não foram atingidos, mas na realidade a crise existe, é para todos terem uma preocupação porque o setor  bancário os juros estão ficando cada dia mais altos, o comércio está  dispensando pessoas, aqui em Picos você  ver pelo movimento da cidade, de um mês e meio pra cá menos pessoas  estão andando na cidade, até o próprio trânsito  é um  exemplo, quando o trânsito de Picos diminui é porque menos pessoas estão andando aqui, e se anda menos aqui, anda menos no comércio”, explicou o diretor da CDL.

De acordo com Sonzinho Eulálio as principais reclamações dos lojistas de Picos é por conta da diminuição das vendas, ele afirma ainda que as pessoas deixam comprar, principalmente com cartões de crédito e cheque pré-datado que tiveram os juros aumentados pelos bancos.

Para o presidente da CDL o número de demissões aumentam em um período difícil por conta da diminuição de vendas, Sonzinho Eulálio afirma que o momento é de cautela. “Para os lojistas a primeira coisa quando as vendas caem ele olha logo para os funcionários e começam a dispensar aqueles setores que precisam de menos pessoas, para os consumidores, um pouco de cuidado é bom, se você tem alguma compra extra que não seja primordial a fazer pode aguardar um pouco para não ser uma despesa urgente. Cautela neste momento”, acrescenta.

Os alertas são principalmente para compras excessivas ou desnecessárias, o presidente da CDL comenta que a compra de bens de alto custo demanda muito cuidado no momento.

Portal O Povo

Tags
LER MATÉRIA COMPLETA

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Leia Também