ad16
DestaquesPolíciaTodas as Notícias

Presos em Operação Neoplasia residem em Fátima do Piauí e não são servidores do INSS de Picos

As três pessoas detidas na operação são residentes no bairro de Fátima do Piauí. Duas delas já foram liberadas.

Duas pessoas, das três presas na Operação Neoplasia, deflagrada pela Polícia Federal, conseguiram a liberdade. Todos os alvos residem no bairro Fátima do Piauí e foram detidas por estarem envolvidas em fraudes no INSS, assegurando auxílio doença a terceiros sem que estas tenham nenhuma doença.

Foram presos duas mulheres e um homem. Destes, apenas uma das mulheres continua detida.

Segundo informações repassadas pela assessoria da Polícia Federal ao Portal RiachãoNet, os envolvidos são cidadãos comuns que falsificavam laudos médicos, não sendo nem servidores do INSS e nem profissionais de hospitais.

Ação da PRF em Picos

Até o momento não se sabe de nenhuma ligação direta dos envolvidos na operação com servidores do INSS ou de outras instituições ou profissionais. Os nomes e iniciais deles também não foram divulgados, atendendo à Lei de Abuso de Autoridade, que proíbe que a polícia os exponha.

Eles [envolvidos] atuavam como intermediadores, ou seja, fabricavam exames e laudos falsos constatando, em sua maioria, neoplasia maligna, que é o que conhecemos por ‘câncer’.

Botão Voltar ao topo
Quer falar a Redação? Comece aqui

Adblock detectado

Você está usando um bloqueador de anúncios.
Publicidade