ad16
DestaquesPolíciaTodas as Notícias

PRF aprende madeira com documento em nome de pessoa morta em 2014

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) apreendeu 20,14 m³ de madeira serrada que estavam sem licença ambiental válida para o transporte. Os policiais identificaram o crime ambiental no município de Picos, na BR-316, na noite desta sexta-feira (13), ao abordar uma carreta conduzida por um homem de 44 anos. 

CURTA A FANPAGE DO RIACHAONET

Segundo os policiais, o motorista apresentou documentos ambientais datados do ano de 2018 e emitidos em nome de uma pessoa que já havia falecido desde 2014. Além disso, de acordo com a PRF, os outros documentos possuíam informações inconsistentes. 

Madeira apreendida – Foto: PRF

“O respectivo carregamento estava, portanto, sem a devida documentação ambiental, comprovando o crime”, disse a PRF.

A carga saiu do município de Rurópolis, no Parás e tinha como destino a cidade de Patos, na Paraíba.

A Empresa Proprietária do veículo e da carga foram enquadradas no Art. 46 da Lei Nº 9.605/98 de crimes ambientais.

Toda a carga de madeira juntamente com o veículo foram encaminhados ao Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) em Picos.

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Você está usando um bloqueador de anúncios.
Quer falar a Redação? Comece aqui