ad16
Polícia

PRF prende motorista embriagado em Picos

[ad#336×280]A Polícia Rodoviária Federal prendeu 14 pessoas, só neste fim de semana (8 a 10), por dirigirem após ingerir bebida alcoólica. 25 motoristas foram autuados durante a fiscalização da Lei Seca em seis rodovias no Piauí.

Parnaíba foi a cidade com o maior índice de prisões, sete motoristas foram presos em dois dias. Floriano teve três prisões, seguido de Teresina que teve duas e Piripiri e Picos, com uma prisão em cada.

Após a reformulação da Lei Seca, que determina tolerância zero de ingestão de álcool, a multa pode chegar a R$ 1915 e até a retenção do veículo até a apresentação de outro condutor habilitado e sóbrio. A PRF alerta que o motorista flagrado tem a carteira de habilitação retida para abertura de processo no Detran que pode aplicar pena de até um ano de suspensão do direito de dirigir.

Além destas chamadas penas administrativas, o condutor será encaminhado preso à Delegacia de Polícia caso o nível de álcool no organismo esteja acima de 0,29 mg/l – miligramas de álcool por litro de ar dos pulmões, medido pelo bafômetro. Para não permanecer preso poderá pagar uma fiança que varia de 1 a 100 salários mínimos, arbitrada pelo Delegado de plantão.

Reincidência

O Código de Trânsito Brasileiro estabelece ainda uma pena complementar nos caso em que se verifique a repetição da infração de embriaguez no intervalo de um ano. É a chamada reincidência. Nestes casos o valor da multa passa para R$ 3.830,00.

Somados todos os custos a penalidade pode alcançar o valor de R$ 7.101,00, praticamente o valor de mercado das motocicletas. Além disso, nesse tipo de reincidência a carteira de motorista será definitivamente cassada, podendo o infrator pleitear nova habilitação somente depois de dois anos, começando do princípio todo o processo exigido para adquirir uma CNH.

Com informações da Cidade Verde

Botão Voltar ao topo
Quer falar a Redação? Comece aqui

Adblock detectado

Você está usando um bloqueador de anúncios.
Publicidade