ad16
AutoPECASonline24.pt
https://ead.uninta.edu.br/
DestaquesEducaçãoGeral

Professores da Uespi de Picos realizam assembléia e decidem manter greve

Professores optam por proposta a ser apresentada pela reitoria da Uespi-Foto:Antônio Rocha

Durante assembleia realizada na tarde desta terça-feira (21), no auditório da Uespi de Picos, o corpo docente do Campus Professor Barros Araújo, aceitou a proposta de aumento salarial que será apresentada pela Reitoria da Universidade ao Governo do Estado. A proposta foi decidida com 16 votos a favor, dois contra e uma abstenção. Porém a greve continua, uma vez que a classe reivindica outros critérios que até então não foram atendidos pelo governo.

Os professores reivindicam ainda que estas propostas sejam oficializadas e tenham prazo determinado para execução. Solicitam também uma audiência com o Governador do Estado, mas também com o Secretário de Educação do Estado e o Reitor.

 Durante a reunião foi acordado um pedido para que o Setor Jurídico do Sindicato da Adcesp entre com uma ação no Ministério Público para oficializar a retomada da reforma do Campus Barros Araújo, no Bairro Junco e a construção do novo prédio que foi prometido pelo governador Wilson Martins.

De acordo com a proposta, o reajuste será de 40%, sendo dividido da seguinte forma: 10% para 2012, 15% para 2013 e os outros 15% para 2014.

Na assembléia foi elaborado um documento com as principais reivindicações da classe para o Campus de Picos:

• Edital de Licitação do Novo prédio da Uespi;

• Reinicio da Reforma do Campus Professor Barros Araújo;

• Incorporação do terreno do Ginásio Municipal, para o curso Educação Física e construção do complexo esportivo;

• Construção das casas de vegetação e demais estruturas do terreno de Agronomia no Bairro Samambaia;

• Restruturação dos laboratórios.

  Com informações de Antônio Rocha

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Você está usando um bloqueador de anúncios.
Quer falar a Redação? Comece aqui
Publicidade