ad16
DestaquesEducação

Professores de Picos vão às ruas e dizem que proposta do governo é “imoral”

Manifestação do SINTE Regional de Picos - Foto: Maria Moura

Os professores da rede estadual de educação de Picos realizaram na manhã desta sexta-feira, 30, mais uma manifestação pública contra o governo do Estado. Em caminhada pelas ruas centrais da cidade, as pautas da greve foram novamente apresentadas à população picoense.

Com as reivindicações públicas o Sindicato dos Educadores em Educação Básica Pública do Piauí – SINTE pretende conquistar o apoio da sociedade, em especial dos pais de alunos matriculados nas escolas mantidas pelo Estado.

O governo apresentou uma proposta de aumento salarial de 22%, no entanto, o reajuste beneficiaria apenas professores Classe A, afirmam os grevistas. “Estão oferecendo 22% apenas para uma classe. A tabela vai descendo e, de acordo com o tempo de serviço e com a formação do professor, o percentual de reajuste diminui”, explica Giselle Dantas, presidente do SINTE Regional de Picos.

Manifestação do SINTE Regional de Picos - Foto: Maria Moura

Em carta aberta, o SINTE-PI afirma que a proposta apresentada na última terça-feira, 27, é “imoral”. O texto informa que os 22% representam o valor estabelecido pela lei do Piso 2012 e beneficiam apenas os professores que não possuem curso superior. Estes últimos ficariam com reajuste de apenas 6%. “O governo desvaloriza a formação do professor e na prática, nivela o salário da categoria de nível superior com o de nível médio”, ressalta o documento.

Giselle fez sérias críticas às lideranças estaduais da educação. “Se essa política do Wilson Martins for implementada, nós teremos um perfil de professor desestimulado, sem carreira, sem piso salarial e com baixa autoestima”, disse.

Manifestação do SINTE Regional de Picos - Foto: Maria Moura

Negociações

Uma nova audiência com o governador Wilson Martins está marcada para a próxima segunda-feira, 2, em Teresina, com presença de representantes do SINTE-PI, do secretário estadual de Educação, Átila Lira, e também de representantes da classe estudantil.

Estudantes sem férias de julho

Giselle comentou a possibilidade de que os alunos da rede estadual de ensino não tenham férias no mês de julho em decorrência do atraso no cumprimento do calendário escolar de 2012. “O calendário escolar vai ser reorganizado, mas isso varia de escola para escola”, enfatiza.

Manifestação do SINTE Regional de Picos - Foto: Maria Moura
Manifestação do SINTE Regional de Picos - Foto: Romário Mendes
Etiquetas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo
Fechar

Adblock detectado

Você está usando um bloqueador de anúncios.
Quer falar a Redação? Comece aqui
Publicidade