ad16
CidadeGeral

Programa “D-Olho na Qualidade” será lançado na Câmara Municipal na quinta (22)

Iata Anderson
Vereador Iata Anderson, presidente da CMP - Foto: JP Leal

Acontece nesta quinta-feira (22), na Câmara Municipal de Picos, o lançamento do “Programa D-Olho na Qualidade” que tem como objetivo incentivar o trabalho em equipe, combater o desperdício, criando um novo ambiente organizacional com base na limpeza, ordem e responsabilidade. O programa faz parte da grade de programação do SEBRAE.

De acordo com o presidente da Câmara Municipal de Picos, só é possível praticar qualidade total onde existe iniciativa, participação e envolvimento dos colaboradores. “O programa é uma grande iniciativa, pois desperta essa responsabilidade coletiva. Coisas simples, mas que exigem novos hábitos, novo comportamento, novas atitudes por parte de todos que fazem a Câmara Municipal de Picos”, explica Iata Rodrigues (PSB).

“D-Olho na Qualidade” compreende cinco etapas: Descarte, Organização, Limpeza, Higiene e Ordem Mantida e também é conhecido como “5Ss” devido a sua origem japonesa, onde as cinco palavras que representam cada fase começam com a letra S. Veja:

* Seiri – Senso de arrumação > DESCARTE

* Seiton – Senso de ordenação > ORGANIZAÇÃO

* Seiso – Senso de limpeza > LIMPEZA

* Seiketsu – Senso de Asseio > HIGIENE

* Shitsuke – Senso de autodisciplina > ORDEM MANTIDA

Entenda a origem do programa:

O 5S é uma metodologia de organização originada no Japão, visando simplificar procedimentos, otimizar recursos e tempo. O resultado é o melhor desempenho profissional e de serviços, com reflexo direto na satisfação de usuários e na produção. O 5S é uma metodologia de organização criada no Japão, visando simplificar procedimentos, otimizar recursos e tempo. O resultado é o melhor desempenho profissional e de serviços, com reflexo direto na satisfação de usuários e na produção.

Originalmente, cada “S” corresponde a uma palavra japonesa que indica uma meta a ser atingida pelo empreendedor. Em português, os 5S significam sensos de utilização, organização, limpeza, padronização e autodisciplina. Senso de utilização consiste em manter na área de trabalho apenas os utensílios essenciais para sua execução. Tudo o que for desnecessário deveser descartado ou guardado. O uso do primeiro “S” provoca a redução de obstáculos e torna o trabalho mais ágil.

O próximo passo é aperfeiçoar o senso de organização: deixe as ferramentas e os equipamentos dispostos em uma ordem que facilite o trabalho. Assim é possível evitar movimentos desnecessários. A seguir, vem o senso de limpeza. A empresa precisa ser limpa diariamente. Essa prática precisa ser adotada na rotina de produção e o melhor momento para fazer isso é após o expediente.

Você, empresário, também pode adquirir senso de padronização. Imagine se o gosto da comida de um restaurante mudasse cada vez que um novo cozinheiro fosse contratado! Além disso, ao estabelecer um padrão, a quantidade de matéria-prima utilizada e o tempo gasto na fabricação são sempre os mesmos. Dessa forma, é possível evitar o desperdício. O último “S” corresponde ao senso de autodisciplina, que implica na constante observação das primeiras quatro metas. O Sebrae adaptou o sistema 5S ao Brasil e criou o programa D-Olho na Qualidade.

Palestrante: Iata Anderson Rodrigues de Alencar Coelho

* Pedagogo pela Universidade Federal do Piauí.

* Palestrante, desde 2001, nas áreas: motivacional, oratória e ferramentas de qualidade;

* Consultor de empresas e membro do quadro externo do SENAI e do SEBRAE – Piauí e Pernambuco.

Fonte: Ascom

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Você está usando um bloqueador de anúncios.
Quer falar a Redação? Comece aqui
Publicidade