ad16
CotidianoEducaçãoGeral

Projeto de Extensão da UESPI enfoca Comunicação no sertão piauiense

[ad#336×280]Um dos grandes destaques dos Projetos de Extensão apoiados pela instituição é o “Projeto  de Comunicação Comunitária no sertão” desenvolvido com os alunos da Universidade Estadual do Piauí -UESPI, Campus de Picos, e que teve início em Maio deste ano.

De acordo com o Professor Doutorando Orlando Berti, um dos autores do projeto, o curso visa discutir a comunicação  em algumas cidades do sertão piauiense e, depois, contribuir para a formação de comunicadores populares e comunitários da região.

O docente Orlando Berti explica que o Projeto de Extensão foi idealizado em 2009, mas por conta do Doutorado, em São Paulo, somente neste ano conseguiu se reunir com a Pró-Reitoria de Extensão (PREX) para apresentar o projeto.  ”O projeto foi idealizado no ano de 2009 em consequência da Conferência Nacional de Comunicação – CONFECOM, onde representei a UESPI. No encontro,  colocava em pauta a questão da comunicação do interior do Piauí e como a universidade poderia contribuir para um democratização da informação. Então, pensei em dois cursos de extensão, que são rápidos,  e em um projeto a longo prazo, que diz respeito a dois cursos superiores: Tecnólogo em Radiojornalismo e Licenciatura em Educomunicação. O Pró-Reitor Marcelo Neto juntamente com a Reitoria abraçaram e apoiaram o projeto, por isso, decidimos realizar em Picos, com a colaboração do Prof. Evandro Alberto, já que,  o município reúne  40% a 50% dos municípios do sertão”, afirma.

O projeto é coordenado pelos professores Evandro Alberto e Orlando Berti
O projeto é coordenado pelos professores Evandro Alberto e Orlando Berti

O prof. Orlando explica que as atividades práticas do projeto, que envolve alunos selecionados por meio de edital, começou pela qualificação do próprio aluno, para que este pudesse compartilhar o que aprendeu na comunidade. “Primeiro, fizemos um curso de capacitação com os discentes, explicando como seriam as diretrizes. Depois, a promoção de seis grandes encontros em cidades do sertão, onde  já realizamos três.  O primeiro foi em Picos, seguido por São Francisco de Assis do Piauí e, por último, no município de Santa Rosa do Piauí. O intuito é discutir, debater a comunicação com a comunidade presente e, se possível, depois apontar soluções quanto aos problemas levantados. Os alunos se envolvem bastante, porque eles estudam textos que servem de apoio, e pesquisam sobre a região para depois ministrarem os conteúdos. Os professores entram como facilitadores”.

Foto: Projeto de Extensão Comunicação Popular no Sertão
Foto: Projeto de Extensão Comunicação Popular no Sertão

Os conceitos de comunicação popular, direitos sociais, internet, redes sociais, rádio comunitária são alguns assuntos abordados nos encontros com a comunidade escolhida e, geralmente, onde participam comunicadores locais, adultos, estudantes universitários e secundaristas.  ”Em cada encontro, procuramos um mobilizador local e ficamos maravilhados, e muito satisfeitos com o trabalho que está sendo feito. Agradecemos o apoio da administração UESPI e da Direção de Picos.  Projeto assim, somente faz com que UESPI se aproxime da sociedade e, academicamente, a faz rica em material científico. Isso pode proporcionar consequências práticas como a realização de Trabalhos de Conclusão de Curso”, enfatiza.

O Pró-Reitor de Extensão, Assuntos Estudantis e Comunitários (PREX), Prof. Dr. Marcelo Neto, enaltece a iniciativa do Campus de Picos através dos docentes Orlando Berti  e Evandro Alberto pelo trabalho que estão desenvolvendo junto à comunidade do sertão piauiense. “O Projeto objetiva a formação do comunicador popular do sertão e, através da dinâmica aplicada, o projeto acaba envolvendo a pesquisa, além de ajudar na aproximação da Universidade com a comunidade. Existe uma grande repercussão em Picos, e isso eleva a autoestima dos futuros comunicadores sociais. É uma prestação de serviços para aquela comunidade”, afirma o Pró-Reitor.

Projeto de Extensão Comunicação Popular no Sertão
Projeto de Extensão Comunicação Popular no Sertão

 

A estudante e participante do Projeto, Paula Monize, acredita que esta é uma oportunidade única para os estudantes de Comunicação Social da região de Picos e que partilhar conhecimento com a população é uma troca de experiência marcante. “Estamos percebendo profundamente a realidade da comunicação in loco. A cada encontro, temos grandes experiências com pessoas que, aparentemente, não possuem o conhecimento científico, alguns são analfabetos, mas com muito a oferecer e contribuir para a sociedade”, pontua.

Monize corrobora a intenção do “Projeto de Extensão de Comunicação Comunitária no Sertão” e, que através dele descobriu sua linha de pesquisa. “O projeto visa agregar o conhecimento da população nativa com a comunicação comunitária. Essa é a resposta da Universidade. Meu foco agora é pesquisar sobre comunicação comunitária, ter contatos com pessoas e com esse conhecimento nato, cheios de experiências de vida, que sabem dos problemas da região da comunidade e que têm a plena consciência, apesar das dificuldades, de que podem transformar a realidade. Lutam para fazer uma comunicação diferenciada onde estiverem”, finaliza.

Projeto de Extensão Comunicação Popular no Sertão
Projeto de Extensão Comunicação Popular no Sertão

Luana Torres (Estagiária-ASCOM)

Fonte:
Elias Monteiro da Cruz Neto/ASCOM
Assessoria de Comunicação – UESPI
[email protected]

Botão Voltar ao topo
Quer falar a Redação? Comece aqui

Adblock detectado

Você está usando um bloqueador de anúncios.
Publicidade