ad16
DestaquesEntretenimentoTodas as Notícias

Projeto Raízes do Brasil Piauí apresenta “Marighella” em Picos nesta sexta (12)

Filme será exibido, gratuitamente, no antigo prédio do Iapep, próximo à Prefeitura de Picos. É obrigatório o uso de máscara.

O polêmico filme “Marighella”, roteirizado pelo ator Wagner Moura, será exibido em Picos na próxima sexta-feira (12), a partir das 18h00, no antigo prédio do Iapep, localizado na rua São Francisco, centro de Picos, próximo à Prefeitura Municipal.

A exibição do filme faz parte do projeto Raízes do Brasil Piauí, com o Cine Raízes, o qual faz parte do Movimento dos Pequenos Agricultores (MPA), “surge como um espaço organizado para integrar agroecologia camponesa e a sociedade urbana, através da alimentação saudável, atividades culturais e hospedagem”.

A entrada no local de exibição do filme é totalmente gratuita, sendo obrigatório apenas o uso de máscara, tendo em vista a vigência do vírus da Covid-19.

Sobre o filme
O enredo conta a história de Carlos Marighella, no ano de 1969, o qual foi considerado inimigo público da ditadura militar. Enquanto muitos o idolatravam por sua ousadia e coragem, outros, de igual maneira, nutriam sobre ele ódio, pintando-o como terrorista. O personagem principal da trama é interpretado pelo cantor e ator Seu Jorge.

Filme é protagonizado pelo cantor Seu Jorge, que interpreta a Carlos Marighella – Imagem: reprodução

Marighella era um esquerdista que defendia a luta armada, sendo, portanto, político, escritor e ferrenho guerrilheiro contra a ditadura militar brasileira. Contudo, sofreu forte descredibilidade por meio da censura.

O filme deveria ter sido lançado no Brasil em 13 de junho de 2019, mas, por questões polêmicas com a Ancine, somente foi ao ar na última quinta-feira (04), alcançando, apenas neste final de semana, faturamento de R$ 1,4 mi. A data marca os 52 anos do assassinato do guerrilheiro brasileiro.

Cartaz do filme Marighella – Foto: Reprodução

Além do ator Wagner Moura como diretor e roteirista, trabalhou com ele Felipe Braga. O filme foi produzido por Andrea Barata Ribeiro e Bel Berlinck, e teve orçamento baseado em R$ 3.550.000,00.

Botão Voltar ao topo
Quer falar a Redação? Comece aqui

Adblock detectado

Você está usando um bloqueador de anúncios.
Publicidade