ad16
DestaquesGeralTodas as Notícias

Promotora afirma que operações contra pirataria vão continuar em Picos

As operações realizadas para coibir a pirataria acerca do comércio de CD’s e DV’s na cidade de Picos deve ser mantida, como afirmou a Promotora da 1ª Promotoria de Picos, Michelline Ramalho Cerejo Silva, durante a passagem de comando do 4º Batalhão da Polícia Militar.

“As fiscalizações devem continuar. Tudo e qualquer situação que não esteja de acordo com os interesses coletivos, o Ministério Público tem a obrigação e o dever de autuá-los”, disse a promotora.

Promotora da 1ª Promotoria de Picos, Michelline Ramalho Cerejo Silva - Foto: TV Picos
Promotora da 1ª Promotoria de Picos, Michelline Ramalho Cerejo Silva – Foto: TV Picos

A situação tem gerado um impasse e revolta nos vendedores ambulantes que colocaram uma faixa com a seguinte frase: “Senhora Promotora queremos trabalhar, ‘somos pai’ de família. (Deus é Maior)”.

No entanto, a faixa surtiu efeito contrário, e dois dias depois uma nova operação foi realizada na Praça Josino Ferreira, Centro da cidade, principal local de concentração dos vendedores ambulantes, onde vários produtos piratas foram apreendidos.

Michelline Cerejo foi enfática ao declarar que esta é uma prática ilegal, e que deve ser extinta no município, pois se assim o fosse normal outras ações criminosas também poderiam ser mantidas pois se trata de um trabalho.

“Eles estão pedindo para trabalhar de forma ilegal, querem trabalhar afrontando a lei, coibindo o crime. E então assim eles não podem reclamar dos políticos corruptos, dos traficantes que também estão trabalhando. Então sendo assim eles poderiam ser soltos”, enfatizou Michelline Cerejo.

A promotora esclareceu que a parceria com a Polícia Militar durante as fiscalizações vai continuar e que o novo comandante do 4º BPM, Major Viana, já estaria informado sobre toda a situação.

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Você está usando um bloqueador de anúncios.
Quer falar a Redação? Comece aqui
Publicidade