ad16
AutoPECASonline24.pt
DestaquesEconomiaTodas as Notícias

Proposta de Deputado quer criar zona franca de Picos para reduzir desigualdades

[ad#336×280]O deputado federal Júlio César (PSD) propôs a criação da Zona Franca de Picos para promover o desenvolvimento da região. O deputado conseguiu 190 assinaturas de apoiamento à emenda da proposta n° 19-A, de 2011, de autoria do deputado Wilson Filho (PMDB/PB), que cria a Zona Franca do Semiárido Nordestino, no município de Cajazeiras (PB).

Segundo Júlio César, a zona franca cria áreas de livre comércio, de exportação e importação, de incentivos fiscais pelo prazo de 50 anos, o que vai proporcionar o crescimento econômico e gerar empregos para a população.

O deputado explicou que será demarcada uma área com um circulo de 100 quilômetros, tendo Picos como centro, que vai de Marcolândia a Valença, abrangendo todos os municípios desta região. “A Zona Franca de Manaus foi criada para impulsionar o desenvolvimento econômico e hoje abriga cerca de 600 indústrias com benefícios de isenção fiscal. Agora queremos estender este beneficio para outros estados, especialmente, os mais carentes de incentivos para propiciar um incremento econômico, como é o caso do Piauí.”, justificou.

Deputado Júlio César-Foto: Ascom
Deputado Júlio César-Foto: Ascom

Júlio César argumentou que geralmente estes regiões, sobretudo do Nordeste, são esquecidas pelas politicas de incentivos fiscais do Governo Federal. “Com estes incentivos, buscamos o desenvolvimento econômico e social.“, destacou.

De acordo com os dados do deputado, o Fundo de Investimentos do Nordeste, em 2013, teve R$ 5 bilhões para ações de fomento. A Zona Franca de Manaus teve R$ 22,6 bilhões de renúncia fiscal da União. “Queremos reduzir as desigualdades e esta desproporção inviabiliza o desenvolvimento da região Nordeste no mesmo ritmo da zona franca de Manaus.”

Ele informou que a cidade de Manaus tem apenas 1,8 milhão de habitantes, enquanto a região Nordeste tem 54 milhões de habitantes.

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Você está usando um bloqueador de anúncios.
Quer falar a Redação? Comece aqui
Publicidade