ad16
AutoPECASonline24.pt
CidadeDestaquesGeral

Radares e barreiras eletrônicas começam a funcionar no final do ano em Picos

Radar e barreira eletrônica
Previsão é de que equipamentos comecem a funcionar no final do ano

Previstos para entrar em funcionamento ainda no mês de agosto, os oito radares e barreiras eletrônicos destinados à cidade de Picos ainda não foram sequer instalados.

O atraso, informa Josio Felício, engenheiro do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) unidade local, partiu da empresa que fornece os equipamentos eletrônicos, impossibilitando que a empresa responsável pela instalação desse continuidade ao trabalho iniciado em julho de 2010. “Por conta da demora na entrega dos equipamentos que vinham de São Paulo, a firma que estava instalando os equipamentos optou por priorizar Teresina, que é capital do Estado”, disse o engenheiro.

Em visita recente à cidade de Picos, a empresa responsável pela instalação afirmou que a expectativa é de que todos os equipamentos estejam funcionando até dezembro.

Junto com a instalação dos radares e barreiras será reforçada também a sinalização horizontal e vertical nos pontos onde funcionarão os equipamentos. Para 2012, o Dnit prevê que a partir de fevereiro toda sinalização da malha viária que corta o município seja revitalizada.

Localização dos equipamentos

Os equipamentos eletrônicos serão instalados nos seguintes pontos:

1º – Radar – Localizado na descida da serra de Fátima do Piauí, altura do quilômetro 292,2. O motivo é a ocorrência frequente de acidentes envolvendo automóveis que perdem o controle nas curvas em razão da alta velocidade;
2º – Radar – Será instalado nas proximidades da Faculdade R.Sá em razão do tráfego de estudantes no local.
3º – Barreira eletrônica – Estará localizado na entrada da cidade, no sentido Teresina, em frente ao Posto São Miguel;
4º – Radar – Implantado em frente à Clínica de Urgência de Picos;
5º – Radar – Em frente ao Instituto Professor Augusto Rogério (Inpar);
6º – Radar – Em frente ao Posto Papai Noel;
7º – Radar – Ainda na BR-316, radar fixo próximo à Fiat Guaribas;
8º – Barreira eletrônica – Em frente à garagem da empresa Itapemirim, no bairro Junco, na BR-407.

De acordo com levantamento realizado pelo Dnit, seriam necessários ao todo 20 equipamentos eletrônicos de controle e redução de velocidade dentro do perímetro urbano de Picos. “A informação que nós temos é de que, numa segunda etapa desse contrato, os pontos que não foram contemplados serão atendidos”, destaca Josio Felício.

No bairro Belo Norte, um dos locais onde não serão instalados os redutores de velocidade, os moradores manifestam indignação. Com 1.600 habitantes e uma população de aproximadamente 180 crianças, o acesso ao bairro ocorre pela BR-316, uma das principais razões para a insegurança de quem passa por ali. “A vida não foi levada em consideração como um critério na escolha dos lugares onde vão ser instalados esses equipamentos”, lamenta o morador Marcelo Praeiros.

Matéria Relacionada:
Radares e barreiras eletrônicas começam a funcionar em 40 dias

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Você está usando um bloqueador de anúncios.
Quer falar a Redação? Comece aqui
Publicidade