ad16
https://ead.uninta.edu.br/
AutoPECASonline24.pt
DestaquesEducaçãoGeral

Região de Picos ganha maior projeto de extensão em Comunicação da história do Piauí

[ad#336×280]O Sertão do Piauí, principalmente a região de Picos, ganha esta semana seu maior projeto de extensão universitária de todos os tempos. Trata-se da ideia da formação de comunicadoras e comunicadores populares e comunitários nessa região. O projeto, de caráter piloto durante este ano, é o primeiro passo para a instalação dos cursos superiores de Tecnólogo em Radiojornalismo e de Licenciatura em Educomunicação, a ser oferecido pela UESPI – Universidade Estadual do Piauí (modalidade a distância), em todo o estado com projeção a partir de 2015.

O primeiro passo do projeto é a formação de mediadores e tutores, instigando a formação crítica acerca dos meios de comunicação social. A primeira fase do projeto ocorrerá em dois finais de semana deste mês e envolverá incialmente estudantes do curso de Comunicação Social – habilitação em Jornalismo – da UESPI – Universidade Estadual do Piauí – campus de Picos.

A instituição, através da Pro-reitoria de Extensão e Assuntos Comunitários, autorizou quatro bolsas de R$ 588,60, mensais, para cada estudante escolhido em processo seletivo para colaborar com o projeto.

A ideia do curso de extensão foi idealizada e será coordenada pelos professores-doutorandos Evandro Alberto de Sousa (do curso de Jornalismo – Picos) e Orlando Berti (do curso de Jornalismo – Teresina), ambos com quase dez anos de atuação na UESPI. “Esse é um primeiro passo para um projeto maior, que é o de formação de comunicadores populares e comunitários. É um projeto de formação e discussão sobre o atual status da mídia”, destacou o professor Evandro Alberto, titular das disciplinas de radiojornalismo na UESPI de Picos.

Professor Evandro Alberto - Foto: Arquivo Pessoal
Professor Evandro Alberto – Foto: Arquivo Pessoal

“Esse projeto de extensão é fruto de uma luta de três anos, desde a época das discussões da Conferência Nacional de Comunicação. É um projeto ousado, mas que foi plenamente aceito pela UESPI, principalmente pelo nosso pro-reitor de Extensão e Assuntos Comunitários, professor-doutor Marcelo Neto”, complementou Evandro Alberto.

“A ideia do projeto é dar a oportunidade aos estudantes do curso de Jornalismo da UESPI de promoverem discussões sobre o atual status da comunicação em nossa região e, principalmente, de socializarem essas ideias com pessoas de todas as 151 cidades do Sertão piauiense. Queremos visitar, no espaço de dois anos e meio todos os municípios”, frisou o professor Orlando Berti.

A primeira etapa do projeto começa na manhã deste sábado (11 de maio) no campus da UESPI de Picos (Junco) com um curso de formação de 32 horas, aberto a todas e todos os estudantes do curso de Jornalismo da instituição na cidade. Depois serão escolhidos, através de seleção (em três etapas) os alunos bolsistas e voluntários. Esses alunos atuarão durante este ano em seis cidades pólo do Sertão Central do Piauí (região de Picos). “Depois o projeto parte para uma fase mais completa no sentido de abranger outras cidades sertanejas piauienses. A universidade quer instigar novos pensamentos, novos olhares e, principalmente fazer o seu papel social de provocar e, através das discussões, fazer acontecer na positiva transformação social”, finalizou o professor Evandro Alberto.

O projeto de extensão conta também com apoio da coordenação do curso de Comunicação Social – Jornalismo e Relações Públicas – de Picos, da diretoria de campus e de todas e todos os funcionários da instituição na cidade.

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Você está usando um bloqueador de anúncios.
Quer falar a Redação? Comece aqui
Publicidade