ad16
DestaquesEducaçãoTodas as Notícias

Reitor da Ufpi pede apoio para ampliar HU e curso de Medicina em Picos

No momento de cortes orçamentários, a instituição diz não ter condições de investir no curso.

O reitor da Universidade Federal do Piauí (Ufpi), Arimateia Dantas, pediu na manhã desta segunda-feira (19) que a bancada federal destine emendas para a ampliação do atendimento da área de cardiologia no Hospital Universitário (HU). O reitor se reuniu com parlamentares e quer ampliar de cinco para 15 vagas na UTI para esse tipo de atendimento.

Com os cortes, a Ufpi terá uma redução no orçamento de custeio no valor de R$ 33 milhões.

Para ampliar o setor de Cardiologia, a universidade necessita de R$ 10 milhões de emendas e R$ 20 milhões para o curso de Medicina.

Foto: Lídia Brito/Cidadeverde.com
Foto: Lídia Brito/Cidadeverde.com

“Apresentamos aos parlamentares as demandas. Uma é sobre o Hospital Universitário e a outra é sobre o curso de Medicina de Picos. São recursos para ampliar o setor de cardiologia. Temos cinco leitos de UTI para cardiologia e queremos ampliar para 15. Isso é necessário porque a demanda aumentou. Muitos hospitais particulares deixaram de atender pelo SUS”, disse.

Outro ponto discutido no encontro é a ampliação do curso de Medicima na cidade de Picos. No momento de cortes orçamentários, a instituição diz não ter condições de investir no curso.

“Em Picos, precisamos de recursos para ampliar e continuar ofertando novas vagas para o curso de Medicina. Vivemos um período de restrições orçamentárias. Isso dificulta”, destacou.

Sobre o bloqueio das verbas para as universidades, o reitor diz acreditar que as verbas serão liberadas.

“Temos bloqueio de 30% do orçamento de custeio das universidades e dos Institutos Federais. Tivemos agora uma reunião de alguns parlamentares da frente parlamentar pela educação e o ministro disse que o desbloqueio vai ser gradativo. Esperamos que isso ocorra até o final do ano”,  destacou.

A deputada Federal, Margarete Coelho, afirma que a bancada deve ajudar à instituição.

“Nesse momento, não temos emendas para indicar, mas com relação à UFPI damos nosso total apoio. Não podemos deixar que as pesquisas fiquem sem recursos. Há um apelo da comunidade acadêmica que repercute na Câmara. Queremos o desbloqueio das verbas. Não podemos imaginar um país  com a pesquisa paralisada. O ministro faz caridade com chapéu alheio. Os deputados têm liberdade para aplicarem suas emendas onde acharem melhor”, disse.

O deputado Átila Lira afirma que nas emendas do orçamento de 2020 deve constar ajuda para o Hospital Universitário do Piauí.

“É viável. Sou autor de emendas para o Hospital Universitário. Esse encontro visa o orçamento de 2020 e também a preocupação com o contigenciamneto dos recursos. O Ministério garante que em setembro começa a liberar os recursos”, disse.

Também participaram do encontro o senador Elmano Férrer, o deputado federal Marco Aurélio o deputado estadual, Themistocles Filho.

Cidade Verde

Leia Também

Publicidade