ad16
AutoPECASonline24.pt
CidadeDestaquesGeral

Reportagem do Portal da Globo destaca problemas e crescimento imobiliário em Picos

[ad#336×280]Picos é uma cidade inchada, que sofre com a falta de infraestrutura e sente os reflexos do crescimento desordenado. A população flutuante de 3 mil pessoas por dia, vinda de cerca de 40 cidades próximas, ajuda a complicar o trânsito. Nos horários de maior movimento, carros, motos e vans disputam espaço nas ruas estreitas do centro.

Nos quatro dias em que esteve em Picos, o G1 constatou os transtornos na cidade em desenvolvimento, conversou com alunos e professores sobre a educação no município e descobriu que a inauguração de dois shopping centers é o acontecimento mais aguardado. A reportagem sobre Picos é parte da série especial “Bye Bye Brasil, três décadas depois” que refaz a rota da Caravana Rolidei, do filme de Cacá Diegues.

Trânsito engarrafado na Rua São José – Centro de Picos – Foto: Paula Monize
Trânsito engarrafado na Rua São José – Centro de Picos – Foto: Paula Monize

A cidade tem movimento intenso de vans na cidade e as filas de moradores e visitantes à procura de lojas, bancos, médicos e farmácias.

pciso_capa

grafico_picos_transito

 

Quem anda pelas ruas de Picos (PI), a pouco mais de 300 km da capital Teresina, fica surpreso com o número de escolas – municipais, estaduais e particulares – espalhadas pela cidade. Os índices de aprendizado nas disciplinas de matemática e de português são modestos até o 5º ano do ensino fundamental – acima da média estadual, mas abaixo do padrão nacional. Depois disso, o rendimento dos alunos de Picos cai. Segundo professores da cidade, o calor intenso nas salas de aula sem climatização e a falta de capacidade para lidar com os alunos que entram na puberdade explicam o declínio.

picos_escolaridade

Para Priscila Cruz, diretora executiva do movimento Todos pela Educação, “Picos é o cenário do Brasil, pois consegue fazer um trabalho acima da média no ensino fundamental, mas tem queda no ensino médio. A população brasileira, com esse déficit não consegue mostrar tudo de si. São com essas duas linguagens (português e matemática) que escrevemos o mundo”.

escolas

O que dizem os alunos

Gosto muito da escola, a merenda é boa, mas queria que ela tivesse computadores. Fazem falta porque nós temos de pesquisar para os trabalhos e sem eles temos de ir nas lan houses” – Juliane Leite Barbosa, 12 anos, 6º ano

 

grafico_picos_shoppingsÀ espera dos shoppings climatizados

A economia de Picos é pulsante, e a cidade deve receber em breve dois shoppings. Entre a população, que sente falta de opções mínimas de lazer, a expectativa é grande em torno da inauguração dos centros comerciais. Os moradores não veem a hora de usufruir da praça de alimentação e de salas de cinema. O boom imobiliário e da construção civil pode fazer com que o Centro de Picos, cercado por rio e morros, migre em pouco tempo para uma nova área, já que a cidade está em plena expansão horizontal.

Picos é a segunda maior arrecadação fiscal do estado. 400 mil pessoas de 62 municípios dependem daqui e todos vão ganhar com esses empreendimentos” – Theresa, diretora comercial do Picos Plaza

Uma das dificuldades de estar numa obra que fica longe de Teresina é o fornecimento de material. Para vir atender a gente, uma concreteira da capital traz mais concreto do que precisamos, senão não compensa a viagem para eles” – Janderson, engenheiro do Piauí Shopping

É difícil encontrar mão de obra aqui, a gente procura nas cidades circunvizinhas para atender à demanda. E trabalhar a 40°C atrapalha um pouco… Até protetor solar fornecemos” – Janderson, engenheiro do Piauí Shopping

Fonte: G1

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Você está usando um bloqueador de anúncios.
Quer falar a Redação? Comece aqui
Publicidade