ad16
DestaquesEducaçãoTodas as Notícias

Retorno de aulas presenciais obrigatórias para 90 mil alunos é adiado para 3 de novembro

Segundo o secretário estadual de educação, Ellen Gera, algumas escolas ainda estão sendo adaptadas ou reformadas para voltar a receber os alunos.

As turmas de 1º, 2º, 3º, 4º, 6º, 7º e 8º anos do ensino fundamental e 1º e 2º anos do ensino médio da rede estadual de ensino retornariam às salas de aula nesta segunda-feira (1), mas por conta do dia do Servidor Público, o retorno foi adiado para quarta-feira (3).

A volta presencial às aulas só não será obrigatória aos estudantes que apresentarem um pedido formal que, após análise das escolas, tenha autorização para continuar em atividade remota.

Ainda segundo o secretário estadual de educação, Ellen Gera, algumas escolas ainda estão sendo adaptadas ou reformadas para voltar a receber os alunos.

“A escola que está chamando estudantes para voltar é porque tem condição de receber. Pode acontecer de uma ou outra não poder receber por ainda não ter autorização da Seduc. Temos escolas sendo reformadas, mas esses casos estão sendo tratadas pelas equipes da Seduc. A regra é voltar à escola”, disse.

Retorno de aulas presenciais obrigatórias para 90 mil alunos é adiado para 3 de novembro — Foto: Seduc
Retorno de aulas presenciais obrigatórias para 90 mil alunos é adiado para 3 de novembro — Foto: Seduc

Na última segunda-feira (25) aconteceu o retorno das turmas de 5º e 9º anos. Em 18 de outubro aconteceu o retorno das turmas do 3º ano do ensino médio.

Com a nova medida, as unidades de ensino da rede estadual deverão organizar suas atividades pedagógicas com cinco dias de atividades presenciais para a 3ª série do Ensino Médio e 9º ano do Ensino Fundamental e para as demais séries do Ensino Médio e Ensino Fundamental serão quatro dias de aulas presenciais e um com abordagem remota.

Para garantir a segurança e a ampliação do retorno às aulas presenciais, todos os protocolos sanitários, como uso obrigatório de máscara, distanciamento de 1,5 metro entre as pessoas, higienização frequente das mãos e outras medidas exigidas pelos protocolos emitidos pelo Comitê Técnico do Centro de Operações Emergenciais em Saúde Pública (COE) serão mantidos.

O retorno presencial vem ocorrendo gradativamente nas escolas da rede estadual desde o início do segundo semestre deste ano, respeitando os protocolos de segurança e em diálogo constantes com as famílias, as escolas e os profissionais de educação.

Transporte escolar

Retorno de aulas presenciais obrigatórias para 90 mil alunos é adiado para 3 de novembro — Foto: Seduc
Retorno de aulas presenciais obrigatórias para 90 mil alunos é adiado para 3 de novembro — Foto: Seduc

O secretário Ellen Gera disse ainda que uma nova licitação para contratação de empresas para fazerem o transporte dos alunos para as escolas foi realizada, e está em fase de contratação das novas empresas. Segundo o secretário, o transporte escolar deve estar restabelecido até a segunda quinzena de novembro.

“Tínhamos empresas com contratos vigentes mas, durante a pandemia, várias empresas foram vendendo suas frotas e não tiveram mais condições de continuar com os contratos. Fizemos as rescisões contratuais devidas, fizemos uma nova licitação, que já está finalizada e homologada”, disse.

Em Teresina, por conta da situação de crise e da atual greve dos motoristas e cobradores de ônibus, a Seduc está buscando diálogo com a prefeitura sobre o que é possível fazer para garantir o transporte dos alunos, mas ainda não há uma solução definida.

Fonte: G1

Botão Voltar ao topo
Quer falar a Redação? Comece aqui

Adblock detectado

Você está usando um bloqueador de anúncios.
Publicidade