ad16
DestaquesTodas as Notícias

Reunião discute sobre as obras de drenagem nas vias laterais da BR 316

O encontro aconteceu na Sala de Reuniões do Palácio Coelho Rodrigues e reuniu comerciantes, representantes do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) e da Prefeitura de Picos.  

Uma reunião realizada na manhã desta quarta-feira (29) discutiu sobre as obras de drenagem das vias laterais da BR 316, em Picos. O encontro aconteceu na Sala de Reuniões do Palácio Coelho Rodrigues e reuniu comerciantes, representantes do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) e da Prefeitura de Picos.  

Motivo de constantes reclamações da população picoense, o serviço de drenagem nas vias laterais da BR 316 vem se arrastando há mais de um ano, causando transtornos aos motoristas, pedestres, motociclistas e ciclistas que transitam pela rodovia federal. Além de causar prejuízos aos comerciantes que têm estabelecimentos nas margens das vias.  

Reunião sobre as obras de drenagem das vias laterais da BR 316 – Foto: Romário Mendes

Obras no bairro Bomba  

A principal discussão da reunião foi a execução do serviço no bairro Bomba, local onde há diversos pontos comerciais nas margens da rodovia. Os comerciantes informaram que só aceitam a realização da obra no local com a recuperação imediata do trecho.  

“Da forma que foi feito lá da Paraibinha até chegar na rodoviária, nós não temos como aceitar. O DNIT, o engenheiro, tem que ter uma forma de trabalho diferente, abrir a vala, fazer a cura e fechar, até porque nós não podemos ficar dessa forma. Nós estamos aqui para tomarmos uma decisão diante do DNIT junto com a Prefeitura e as autoridades para que isso não aconteça na Bomba, o que já vem acontecendo da Paraibinha para cá. Nós não podemos deixar o pessoal do DNIT abrir essa vala e ela ficar aberta por 15, 20, 30 dias; abriu, bota as manilhas e tem que fechar. Precisamos do asfalto”, disse o empresário José Ferreira Dantas.  

Empresário José Ferreira Dantas – Foto: Romário Mendes

Segundo o superintendente do DNIT, Ribamar Bastos, o órgão está estudando duas possibilidades para realizar o serviço de pavimentação das vias. “Uma é fazer um aditivo ao contrato que a gente tem de crema na BR 316, de Teresina até Marcolândia, e colocar essas laterais neste contrato. E a outra seria fazer uma licitação, que a gente já está trabalhando e vamos levar uns 60 dias para concluir essa licitação da pavimentação”, informou.

Superintendente do DNIT, Ribamar Bastos – Foto: Romário Mendes

O prefeito Padre Walmir Lima declarou que o DNIT se comprometeu em realizar a obra com rapidez para que não haja transtorno aos comerciantes do bairro Bomba.  

Prefeito Padre Walmir Lima – Foto: Romário Mendes
Etiquetas
Botão Voltar ao topo
Fechar
Publicidade