ad16
EsporteGeralTodas as Notícias

Rômulo sonha com nova fase na seleção

A lista de convocados para a seleção olímpica, divulgada quarta-feira, colocou os holofotes do futebol brasileiro sob os candidatos a conquistar a medalha de ouro inédita. Quatro anos atrás, era Rômulo quem estava na mesma situação. Titular da seleção com Mano Menezes e recém-contratado pelo Spartak Moscou, da Rússia, ele ficou em baixa depois dos Jogos de Londres, por causa de uma grave lesão no joelho direito. Hoje, o sonho é retomar a caminhada com a equipe principal.

Na Áustria para a pré-temporada da equipe russa, o volante acompanha as mudanças na CBF. Em outubro de 2014, foi resgatado do exílio de dois anos sem convocações ao ser lembrado por Dunga para substituir Fernandinho nos amistosos contra Argentina e Japão. Na sequência, foi chamado, mas não pode se apresentar para os amistosos contra Turquia e Áustria, por estar novamente lesionado. Desde então, não foi mais selecionado. A vinda de Tite pode mudar isso.

Rômulo sonha em volta a Seleção Brasileira-Globoesporte
Rômulo sonha em volta a Seleção Brasileira-Globoesporte

– Acho que, com a chegada dele, a seleção vai abrir as portas para vários jogadores que possuem essa vontade de estar na seleção. Ele está chegando agora, vai observar novos nomes – destacou o volante, revelado pelo Vasco, com quem foi campeão da Copa do Brasil de 2011.

No último ano de contrato com o Spartak, Rômulo se vira bem no idioma russo. A adaptação ao país, onde está desde 2012, não foi das maisdifíceis, garante. Casado e com um casal de filhos, o volante evita fazer planos quanto ao futuro e destaca que no futebol tudo muda muito rapidamente. Ele aprendeu bem isso, quando saiu de nome recorrente da seleção de Mano Menezes para assistir pela televisão a Copa das Confederações, a Copa do Mundo e as duas últimas Copas Américas.

– Fiquei fora esse tempo por causa das lesões, eu acho. Demora um pouco recuperar o mesmo ritmo de antes. Mas eu adquiri uma experiência enorme, não apenas com os Jogos Olímpicos, mas também nos amistosos. Disputei jogos importantes, contra a Argentina, os Estados Unidos. Espero ser visto pelo Tite aqui.

Por  Bruno Marinho do EXTRA

Botão Voltar ao topo
Quer falar a Redação? Comece aqui

Adblock detectado

Você está usando um bloqueador de anúncios.
Publicidade