ad16
Esporte

Rômulo visita projeto social e nega ter propostas para deixar o Vasco

Desembargador Edvaldo Moura e Rômulo
Desembargador Edvaldo Moura e Rômulo - Foto: Cidade Verde

O volante Rômulo, jogador do Vasco da Gama/RJ, visitou na tarde desta quarta-feira (4) o projeto Justiça Mirim Futebol Clube, que atende crianças e jovens de Teresina/PI em situação de risco. Durante entrevista, ele negou ter recebido propostas concretas para trocar o Brasil pelo futebol italiano.

De acordo com Rômulo, por enquanto, tudo não passa de especulação. “Não chegou nenhuma proposta concreta de nenhum time internacional”, disse o jogador, que quer manter o foco em seu trabalho no Vasco da Gama, que vai disputar a Taça Libertadores da América e o Campeonato Estadual do Rio de Janeiro.

Mesmo negando propostas, o nome de Rômulo aparece com certa frequência nos bastidores do futebol. Seu passe seria cogitado pela Inter de Milão, da Itália.

O piauiense de Picos deixa Teresina na madrugada desta quinta-feira. Ele se disse muito feliz ao visitar o projeto social e ver que existe investimento no futebol do Piauí, pois não tinha tantas oportunidades como essa quando era criança.

Rômulo cumprimenta garotos participantes do Projeto
Rômulo cumprimenta garotos participantes do Projeto

O projeto

A abertura oficial de 2012 do projeto Justiça Mirim Futebol Clube aconteceu no campo do 1º Batalhão da Polícia Militar, no bairro Ilhotas, zona Sul de Teresina. Participaram o presidente do Tribunal de Justiça do Piauí, desembargador Edvaldo Moura, a coordenadora do programa Justiça Solidária (do qual faz parte o projeto), doutora Celina Moura, o prefeito de Teresina, Elmano Férrer (PTB), e o presidente da Assembleia Legislativa, deputado estadual Themístocles Filho (PMDB).

Desembargador Edvaldo Moura e Rômulo - Foto: Cidade Verde
Desembargador Edvaldo Moura e Rômulo - Foto: Cidade Verde

De acordo com Edvaldo Moura, com mais de 7 mil crianças em estado de vulnerabilidade social no Piauí, projetos como esse são necessários para colocar crianças no esporte e evitar que elas acabem em celas de presídios, por exemplo. Ele espera que as crianças e jovens tenham Rômulo como exemplo por ele ser de família simples do Piauí e ter conquistado o que conquistou.

O comandante da Polícia Militar do Piauí, coronel Rubens Pereira, explicou que cerca de 45 jovens de 8 a 16 anos participam da escolinha de futebol e têm o currículo escolar acompanhado frequentemente.

Júlia Maria dos Santos tem 16 anos e participa da escolinha desde 2007. Ela cursa o segundo ano do Ensino Médio e diz ser muito bem acolhida pelos colegas, mesmo sendo a única mulher do projeto. Ela sonha em ser médica da Polícia Militar e vê Rômulo como exemplo a ser seguido. “Ele é uma inspiração”, declarou.

Rayldo Pereira (especial para o Cidadeverde.com)
Fábio Lima (da Redação)
[email protected]

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Você está usando um bloqueador de anúncios.
Quer falar a Redação? Comece aqui
Publicidade