DestaquesPolíciaTodas as Notícias

Roubo ao BB de Inhuma: Greco recupera dinheiro de assalto a banco e líder da quadrilha é morto na ação

O dinheiro roubado do Banco do Brasil em Inhuma ontem (21) foi recuperado em duas residências no bairro Vamos Ver o Sol, na zona Sul de Teresina. Parte da quantia estava enterrada no quintal de uma das casas.  Dois homens e duas mulheres estão sendo interrogados suspeitos de integrarem a organização criminosa.

O suspeito morto foi identificado apenas como Neguinho da Aparecida, natural de Pernambuco, e é o líder da quadrilha.

“Ele era o líder… muito conhecido e procurado pela polícia. Em 2016, a organização criminosa comandada por ele participou de um assalto a carro-forte em Pernambuco que terminou com um policial morto. Hoje, quando invadimos a casa, ele nos recebeu com tiros de escopeta e tivemos que reagir”, disse o delegado Williame Morais, coordenador do Grupo de Repressão ao Crime Organizado (Greco).

Os suspeitos interrogados são a esposa de Neguinho da Aparecida, outro homem natural de Pernambuco e um casal de piauienses. Em uma das casas havia também duas crianças filhos do suspeito morto.

A investigação do Greco aponta que uma das casas havia sido alugada apenas há três dias. As duas residências ficam na mesma quadra.

Segundo o secretário de segurança, Fábio Abreu, assim que o crime aconteceu a polícia montou diligências para cercá-los. “A gente já esta montando e dando inicio a essa operação e estamos buscando fazer a prisão dessa quadrilha que estourou o banco de Inhuma. Já temos alguns presos, material de armamento e dinheiro apreendido e vamos finalizar essa ocorrência durante o dia”, declarou.

Agência bancária de Inhuma explodida – Foto: Reprodução WhatsApp

“Quero aqui destacar que o principal líder desse bando é da Bahia. No momento da abordagem agora pela manhã ele reagiu, resistiu a prisão, mas logicamente toda a polícia com preparação conteve a ação e ele veio a óbito, inclusive temos uma equipe da Bahia fazendo parte da operação. Fazemos todos o trabalho de cumprimento da lei e orientamos os policias para que se faça, lógico que quando um membro do Estado é agredido temos que reagir a altura”, disse.

Ainda de acordo com Fábio Abreu, a única forma ainda que se tem para que os criminosos não continuem atuando é sendo abatidos. “A resposta está sendo dada e vai ser dada, nós temos orientados os nossos policiais para que trabalhe. O policial do interior tem que entender que esses indivíduos quando estão nos bancos criam a sensação de que são o terror mas são abatíveis, são indivíduos que observa-se que não tem essa estrutura toda para causar um grande problema , se ele reagir no Piauí a resposta é essa, ser abatido”, finalizou.

Ao meio-dia será concedida entrevista coletiva com o balanço da operação.

Cidade Verde / Meio Norte

LER MATÉRIA COMPLETA

Leia Também