ad16
DestaquesMunicípiosPolíciaSão JuliãoTodas as Notícias

São julião: Marido diz que matou esposa por achar que estava sendo traído

A Polícia Civil conseguiu localizar e prender, na noite dessa quarta-feira (14), o agrônomo Alexandre de Lima Silva. Ele é suspeito de assassinar a própria esposa a facadas, a suplente de vereador de São Julião do Piauí, Rosiana da Silva Pereira,27 anos. O crime foi praticado dentro da residência do casal, localizada no Povoado Fujonas, na zona Rural da cidade. 

A delegada Robianne Belém, titular da Delegacia Regional de Fronteiras, informou ao Cidadeverde.com que Alexandre de Lima confessou ser o autor do assassinato e disse que matou a esposa porque pensava que estava sendo traído. No momento do crime ele estava embriagado.
 
“Ele disse que foi durante uma discussão causada por ciúmes da esposa. Ele imaginava estar sendo traído e atingiu a vítima com uma facada no peito”, conta a delegada, que qualifica o assassinato como feminicídio, crime motivado por questões de gênero. 

Alexandre de Lima confessou o crime.Foto: Divulgação/Polícia Civil

Ainda de acordo com a delegada Robianne, em depoimento, Alexandre não aparentou arrependimento por ter cometido o crime. “Ele não demonstrou qualquer emoção, nem mesmo quando eu mostrei a arma usada no crime”, acrescenta a delegada. 

Alexandre e a suplente de vereador eram casados e pais de uma filha.  Segundo as investigações, o agricultor não tinha histórico de agressão contra Rosiana.  

A Polícia Civil aprendeu, ainda, a faca utilizada no crime e uma espingarda pertencente ao suspeito. 

Rosiana da Silva Pereira foi eleita suplente de vereador nas eleições de 2016. 

Fonte: Cidade Verde 

Tags
LER MATÉRIA COMPLETA

Leia Também