ad16
DestaquesSaúdeTodas as Notícias

Saúde de Picos adverte sobre os cuidados em relação à caxumba

A Secretaria de Saúde de Picos alerta à população em relação aos sintomas, prevenção e cuidados com a caxumba, conhecida popularmente por papeira. A orientação se dá motivada pelo aparecimento de casos suspeitos da doença no Município, nos últimos dias.

Segundo a médica clínica geral, Gessyka Fontinelle, da Unidade Básica de Saúde (UBS) do bairro Boa Sorte, a prevenção da doença se dá por meio da vacina. “É feita quando a criança completa um ano, e o retorno com 15 messes, que é quando conseguimos, em 95% das vezes, imunidade contra a doença, e quando o corpo está imune, tem uma doença mais branda, com menos sintomas”, afirma.

A caxumba é uma doença viral que acomete principalmente as glândulas que produzem a saliva, localizadas na lateral do pescoço, causando infecção e inchaço. O período de duração é entre duas a três semanas. Os principais sintomas são dores de cabeça, febre, dores musculares, fraqueza, dificuldade para mastigar e engolir.

A médica alerta que essa é uma doença transmissível. “A transmissão acontece através do ar e do contato com as pessoas infectadas. Nos caso de aparecer os sintomas, deve-se procurar as Unidades Básicas de Saúde para confirmar a doença. Pedimos repouso absoluto para não ter complicação e não contaminar outras pessoas, já que é uma doença viral”, pondera.

A UBS do bairro Boa sorte registrou um caso suspeito na última quinta-feira (14). Contudo, a Coordenação da Vigilância Epidemiológica ressalta que, apesar das ocorrências desse tipo, ainda não pode ser considerado surto.

“Os casos de caxumba não se tratam de um agravo de notificação compulsória. No entanto, as equipes de Estratégia de Saúde da Família estão orientadas a fazerem uma busca e a levantarem se, de fato, está havendo surto”, informa a coordenadora da Vigilância epidemiológica de Picos, Karielly Alencar.

Tratamento

Segundo a médica do Município, a doença não possui um tratamento específico, a recomendação é apenas manter repouso e hidratação. Além disso, o médico pode receitar medicamentos para aliviar as dores, a febre e o desconforto, como paracetamol ou tylenol.

 CCOM 

Tags

Leia Também