ad16
DestaquesTodas as Notícias

Saúde de Picos lança campanha de prevenção ao câncer de pele

Batizada de Dezembro Laranja, a campanha será divulgada a partir de hoje em todas as unidades de saúde

A Secretaria Municipal de Saúde (SMS), através do Centro Integrado de Especialidades Medicas (CIEM) e em parceria com Universidade Federal do Piauí lançou, na manhã desta segunda-feira (02), uma campanha de orientação e prevenção do câncer de pele. Batizada de Dezembro Laranja, a campanha será divulgada a partir de hoje em todas as unidades de saúde. Ainda com foco na prevenção do câncer de pele.

De acordo o diretor técnico do CIEM, Pascoal Gomes, a campanha tem como objetivo identificar precocemente os casos suspeita de câncer de pele, diagnosticar e tratar. “hoje aqui, todos os pacientes que após avaliação clinica seja constatado um lesão pré-maligna, esses pacientes na próxima segunda-feira serão operados pela equipe do CIEM”, disse o diretor técnico.

“A importância do diagnostico precoce é interessante justamente para instituí um tratamento eficaz, seguro, rápido e definitivo contra o câncer de pele”, destacou o  médico dermatologista, Paulo Victor.

Durante o lançamento, no CIEM, o Secretário Municipal de Saúde, Dr Junior Santos, falou da importância da criação do Dezembro Laranja divulgar essa ação na rede municipal de saúde, principalmente durante o verão:

“O dezembro laranja é mais um projeto que a secretaria de saúde abraça principalmente para nossa gente que mora numa região quente, onde os raios ultravioletas são mais intensos, por isso temos que cuidar. O câncer de pele umas das doenças mais comuns no país, e  Picos não é diferente. A gente fica feliz porque o serviço de dermatologia do CIEM está funcionando muito bem”.

De acordo o diretor técnico do CIEM, Pascoal Gomes, a campanha tem como objetivo identificar precocemente os casos suspeita de câncer de pele, diagnosticar e tratar. “hoje aqui todos os pacientes que após avaliação clinica seja constatado um lesão pré-maligna, esse paciente na próxima segunda-feira será operado pela equipe do CIEM”, disse o diretor técnico.

Sobre a doença

O câncer de pele é o mais frequente no Brasil, com mais de 200 mil novos casos por ano, que acarretam mais de duas mil mortes, além de incontáveis casos de mutilações e deformidades. Sabe-se que mais de 95% destes casos têm como causa a exposição exagerada ao sol. Segundo dados do Instituto Nacional do Câncer (INCA), os casos de melanoma – tipo mais grave de câncer de pele – deverão chegar a 370 em todo o estado, 210 deles só na Capital.

Pesquisa da Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD), sobre hábito de exposição solar do brasileiro, executada pela Datafolha em agosto deste ano, em 130 municípios do país, revelou que mais de 100 milhões (106 milhões, mais precisamente) de brasileiros se expõem ao sol de forma intencional nas atividades de lazer (70% da população acima de 16 anos). Desse total, 63% dos brasileiros não usam protetor solar no seu dia a dia (mais de 95 milhões de pessoas). Além disso, 6 milhões de brasileiros adultos (mais de 4% da população) não se protegem de forma alguma quando estão na praia, piscina, cachoeira, banho de rio ou lago.

A Organização Mundial da Saúde (OMS) prevê que, no ano 2030, existirá 27 milhões de casos novos de câncer, 17 milhões de mortes pela doença e 75 milhões de pessoas vivendo com câncer. O maior efeito desse aumento incidirá em países em desenvolvimento. No Brasil, o câncer já é a segunda causa de morte por doenças, atrás apenas das do aparelho circulatório.

Ascom SMS

Botão Voltar ao topo
Fechar
Publicidade