ad16
GeralSaúde

Saúde vai às ruas para prevenir DSTs em profissionais do sexo

Preservativos
Preservativo é adotado como método eficaz na prevenção de DSTs – Foto: Maria Moura

Associação das Profissionais do Sexo de Picos – APROSEP realizou na manhã desta quinta-feira (20) no bairro São Vicente, em Picos, um evento destinado aos cuidados com a saúde das profissionais do sexo que atuam na cidade. A ação faz parte das comemorações alusivas ao Dia Internacional das Prostitutas, celebrado em 2 junho.

Durante a manhã foram distribuídos preservativos e coletados materiais para realização de testes de glicemia, diabetes e doenças sexualmente transmissíveis (DSTs). Além destes, também foram disponibilizadas vacinas para a população. “O objetivo é que elas [as profissionais do sexo] trabalhem prevenidas”, explica Leonísia dos Santos, presidente da APROSEP.

A líder da Associação informa que apesar dos oito anos da entidade ainda é grande a resistência das trabalhadoras em procurar os profissionais de saúde e revelar sua verdadeira profissão. Elas resistem, ainda, à busca por informações sobre os riscos impostos a seu trabalho.

Parceiro da APROSEP, o Centro de Testagem e Aconselhamento (CTA) monitora as profissionais do sexo e acompanha o surgimento e desenvolvimento de doenças sexualmente transmissíveis. A assistente social Nismélia Rodrigues explica que “o sexo é algo que trás riscos. Nós não sabemos quem é portador de uma DST, então as profissionais precisam estar informadas sobre os riscos que elas correm diariamente de contrair ou repassar doenças para outras pessoas”.

Para isso, o CTA disponibiliza, além dos testes para verificação de DSTs, o acompanhamento e tratamento realizados por uma equipe multidisciplinar.

APROSEP

A APROSEP monitora atualmente cerca de 400 mulheres que usam o sexo como meio de vida. Mas, de acordo com sua presidente, na região de Picos mais de duas mil mulheres são prostitutas.

A ação é uma parceria entre a APROSEP, o Centro de Testagem e Aconselhamento (CTA), o Posto de Saúde Belinha Nunes e a Universidade Federal do Piauí (UFPI).

Campanhas

Além do bairro São Vicente, os bairros Morada do Sol, Paroquial e São José também devem receber a equipe de saúde nos próximos meses.

Botão Voltar ao topo
Quer falar a Redação? Comece aqui

Adblock detectado

Você está usando um bloqueador de anúncios.
Publicidade