ad16
AutoPECASonline24.pt
Geral

Sebrae no Piauí lança edital para seleção de bolsistas para o programa ALI

Érika Lopes, gestora do Projeto ALI - Foto: Divulgação

Érika Lopes, gestora do Projeto ALI, destaca que as ações do projeto geram resultados positivos do ponto de vista econômico e de competitividade para as empresas

A inovação nas micro e pequenas empresas é fator importante para aumento da competitividade e sobrevivência no mercado.

O Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas, Sebrae no Piauí, com o objetivo de incentivar a inovação nos micro e pequenos negócios, desenvolve o Programa Agentes Locais de Inovação, ALI. A instituição lançou edital para seleção de bolsistas e facilitadores para atuar no âmbito do programa este ano.

O processo seletivo será realizado através do Núcleo de Empreendimentos em Ciência, Tecnologia e Artes, Nectar. As inscrições podem ser feitas até o dia 16 de abril através do site www.nectar.org.br.

Para concorrer a bolsista do ALI, o candidato precisa ter concluído curso superior nas áreas de Economia, Administração, Ciências Contábeis, Publicidade e Marketing ou Engenharia de Produção; ter se formado entre março de 2009 e março de 2012. O valor da bolsa para os ALI será de R$ 2,4 mil, acrescido de R$ 200 para ajuda de custo. Serão selecionados trinta profissionais. Vinte para contratação imediata e dez para a formação de cadastro reserva. Os contratos terão duração de vinte e quatro meses.

Para facilitador a bolsa é de R$ 4 mil. Um dos pré-requisitos é ter experiência em extensão nas áreas de inovação e/ou tecnologia. Serão selecionados dois facilitadores, sendo um para contratação imediata e um para cadastro de reserva.

Os ALI atuarão nas cidades de Teresina, Picos, Parnaíba e Floriano. Para Teresina, serão disponibilizadas quinze vagas; para Picos, duas vagas; outras duas vagas para Parnaíba e uma para Floriano. As provas serão realizadas nos municípios anteriormente citados, sendo que os candidatos de Floriano farão as provas em Picos.

“Os ALI promovem a sedimentação da cultura da inovação nas empresas, criando ambientes favoráveis à implementação de ações inovadoras. Os empresários participam de cursos, consultorias e outras atividades, que geram resultados positivos do ponto de vista econômicos e de competitividade para as empresas”, afirma a gestora do programa ALI do Sebrae no Piauí, Érika Lopes.

O PROGRAMA ALI

O Programa Agentes Locais de Inovação tem como objetivo aumentar a competitividade das micro e pequenas empresas, por meio da difusão de informações sobre inovação; tecnologia e aplicação de soluções do Sebrae, parceiros e mercado, de acordo com as características de cada negócio. Atualmente no Piauí mais de quinhentas empresas são beneficiadas pelo projeto.

O Agente Local de Inovação Bolsista é um profissional de formação superior em áreas afins aos setores econômicos como Indústria, Comércio e Serviços, que possui até três anos de formatura, de perfil pró-ativo para atuar junto às micro e pequenas empresas dos polos de atuação do projeto, para, em conjunto com os empresários, identificarem oportunidades de inovação que, porventura, não estejam sendo aproveitadas. Eles são contratados como bolsista pelo Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, CNPq.

O orientador tem como missão acompanhar os Agentes Locais de Inovação durante o trabalho científico, no qual serão apresentados resultados de uma investigação sobre sua experiência como ALI dentro de uma determinada empresa, em tema único e bem delimitado.

Com apoio e supervisão do Sebrae, os ALI fazem visitas periódicas às empresas, levando conhecimento por meio de soluções da instituição como programa Sebrae Mais e SebraeTec.

O programa ALI no Piauí atende empresas de diversos segmentos como reparação de veículos e motos, restaurantes, lanchonetes, pizzarias, lojas de gesso, vidraçaria, pedras ornamentais, metalúrgicas, madeireiras, depósitos de material de construção, oficinas de eletrônicos, e confecção e recuperação de estofados.

Ascom

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Você está usando um bloqueador de anúncios.
Quer falar a Redação? Comece aqui
Publicidade