ad16
DestaquesIpiranga do PiauíMunicípios

Secretaria de Agricultura faz entrega de 4.000 mudas de caju anão precoce a famílias em Ipiranga do Piauí

A ação faz parte do Programa Viva o Sertão

A Prefeitura Municipal de Ipiranga do Piauí, através da Secretaria de Agricultura, realizou, nesta quinta-feira (18), a entrega de 4.000 mudas de caju anão precoce. A ação faz parte do programa Viva o Semiárido, em parceria com as entidades já citadas e as associações e assentamentos do município.

O município recebeu as mudas na última quarta-feira e, de imediato, mobilizou as associações e assentamentos a fim de que todos pudessem receber sua quantidade o mais rapidamente possível.

Joane Feitosa, Secretário de Agricultura de Ipiranga do Piauí, explicou de que forma se deu a entrega das mudas de caju anão precoce.

“O programa Viva o Semiárido, que nos orienta nessa ação, estipulou que, primeiramente, as associações que são beneficiadas por eles fossem as primeiras a receberem o material. Assim fizemos. Entregamos a quatro associações principais. Em seguida beneficiamos as outras associações e os assentamentos do crédito fundiário. Fizemos a distribuição seguindo esse cronograma para atender todas essas localidades”, informou.

O gestor da pasta declarou o sentimento de gratidão que fica para o município, especialmente para sua secretaria, com a ação para os agricultores e suas famílias.

“É muito prazeroso ver a satisfação do povo, dos agricultores e até mesmo das crianças recebendo as mudas. Ver a alegria no rosto daquelas pessoas nos traz um sentimento de que estamos contribuindo para o sustento de suas famílias. Então não tem como não ficarmos felizes. Eles enxergam além da alegria momentânea. Eles enxergam a possibilidade de dias melhores através da colheita. Visivelmente sentimos a perspectiva deles de colherem os frutos. Isso é gratificante”, disse.

Foram contempladas, além das associações já citadas, comunidades de Canto, Jardim, Brejo, Chapada do Agreste, Taboca, Serra, Catinga Alta, Mucambo, Veredão, Brejo da Fortaleza e outras.

Os presidentes responsáveis por cada comunidade recebeu a quantidade respectiva ao número de associados e também para suprir a necessidade de alguns agricultores que não fazem parte de nenhuma destas associações ou assentamentos e ficaram na expectativa de serem, também, contemplados.

“Sabemos que isso – a ação – reflete na qualidade de vida desses agricultores e de suas famílias, os quais recebem apoio dos órgãos públicos. Isso gera um rendimento melhor para eles. Enquanto secretário é uma satisfação poder ver o crescimento dessas famílias, principalmente porque sabemos que a agricultura é um setor primordial para o desenvolvimento de nossa cidade, pois a economia gira em torno da agricultura familiar”, finalizou.

Botão Voltar ao topo
Quer falar a Redação? Comece aqui

Adblock detectado

Você está usando um bloqueador de anúncios.
Publicidade