ad16
DestaquesTodas as Notícias

Secretaria de Saúde de Picos amplia postos de marcação e aumenta oferta de exames

O objetivo das medidas é diminuir as filas que ocorrem nos primeiros dias dos meses na sede da secretaria.

Em entrevista coletiva à imprensa na manhã desta segunda-feira (18), o secretário de Saúde de Picos, Aldo Gil, informou que a SMS ampliou os postos de marcação e aumentou a oferta de exames. O objetivo das medidas é diminuir as filas que ocorrem nos primeiros dias dos meses na sede da secretaria.

Segundo o secretário de Saúde, Aldo Gil, após reuniões com a equipe técnica da SMS ficou decidido algumas mudanças que já estão sendo colocadas em prática, visando a resolução do problema a partir do dia 1º de novembro.

Secretário de Saúde, Aldo Gil- Foto: Jaqueline Rajner

Dentre essas mudanças, está a ampliação nos postos de marcação de exames. Aldo informou que o intuito é retirar 100% a marcação de exames da sede da Secretaria de Saúde. “Nós entendemos que essa marcação tem que ir para polos descentralizados, que são as próprias UBSs. Já tínhamos essa marcação em dois pontos: que era o Junco e no Cecília Neri, que é no bairro São José. Agora passamos a ofertar também a marcação de exames em outros postos”, disse.

A marcação de exames pode ser realizada agora também na UBS Ipueiras, UBS Passagem das Pedras, UBS Pantanal e na UBS Canto da Várzea (bairro Emaús).

Aumento da oferta de exames

Como forma também de diminuir as filas, a SMS aumentou as ofertas de exames para a população. Aldo declarou que a medida foi possível por meio de emendas parlamentares.

De acordo com Aldo, os exames que causam problemas nas filas e tiveram aumento no quantitativo foram: Raio X, Ultrassonografia, Tomografia, Mamografia, Endoscopia e Ressonância. “No Raio X tivemos um aumento de 45%, Ultrassonografia aumentamos 36%, tomografia computadorizada nós aumentamos em 20%, mamografia aumentamos em 57%, Endoscopia aumentamos em 30% e Ressonância Magnética 28%. Então são aumentos significativos em ofertas de exames que nós temos realmente problemas”, declarou.

Aldo acredita que essas medidas irão diminuir ou até mesmo zerar o problema das filas.

Botão Voltar ao topo
Quer falar a Redação? Comece aqui

Adblock detectado

Você está usando um bloqueador de anúncios.
Publicidade